Notícias

Fala, professor

Treinador destaca força mental e analisa triunfo diante do Cruzeiro

23 jun 2024 | 19H50

O técnico do Bahia, Rogério Ceni, falou com a imprensa após a vitória por 4 a 1 diante do Cruzeiro, pela 11ª rodada da Série A, na Fonte Nova. O treinador analisou a partida e falou sobre as substituições. 

“O time construiu bem, tocou bem a bola. O Cruzeiro, diferente do Flamengo, marca muito sobre pressão no 4-3-3 e é difícil encontrar bons passes e nós conseguimos fazer isso por muito tempo. É muito difícil chegar no gol adversário quando todo mundo está descansado.  No segundo tempo, voltamos com Everton e Biel e começamos a ter mais chances. Depois da expulsão entra o Ademir no lugar do Gilberto. E depois Estupiñán e aí conseguimos ter mais volume e amplitude. O importante é que entre o primeiro e o segundo a equipe foi crescendo no jogo até o apito final”. 

O treinador falou sobre a preparação para a partida deste domingo, após ter atuado na quinta-feira (20), no Rio de Janeiro. Ele destacou a força mental do grupo para se manter entre os primeiros do campeonato.  

“Em matéria de recuperação foi mais vídeo, conversa e descanso. O time foi praticamente o mesmo. Foi mais vídeo com correção, descanso e um 10-0 que fizemos para ajustar. Eu frisei para eles que a importância desse jogo ia decidir muito do nosso caminho na competição. Se a gente conseguiria se manter no G-4 ou ficar mais para o meio da tabela”. 

“Mentalmente foram muito fortes. Mais uma vez o banco entra e faz uma diferença. E essa força psicológica tinha que existir no dia de hoje para gente não perder. Tínhamos que conseguir o resultado hoje para nos mantermos ali no grupo da frente”. 

O Tricolor volta à campo na próxima quarta-feira (26), de novo diante da Nação, desta vez contra o Vasco, às 21h30, pela 12ª rodada.

Foto: Rafael Rodrigues/EC Bahia