Notícias

‘Injustiça’

Enderson lamenta resultado e critica decisões do VAR

25 out 2018 | 00H43

Os dois gols anulados do Bahia na partida, todos após análise do Árbitro de Vídeo, foram os principais temas da entrevista coletiva do treinador Enderson Moreira, em entrevista coletiva na sala de imprensa da Fonte Nova.

Para o comandante do Tricolor de Aço, o árbitro argentino errou nas duas decisões tomadas que prejudicaram o clube.

“Ele, que estava muito próximo do lance, precisava mesmo assistir ao lance na televisão? É perto do atleta, com poucos metros de distância, que você consegue enxergar mais detalhes e até ouvir algum choque. Quem vai de encontro ao lance, no primeiro gol, é Nikão. No lance do impedimento, nosso segundo gol, deixa muita dúvida. Mas, até onde eu sei, se está na dúvida deixa o lance seguir. É gol! O bandeira, que tinha certeza do lance, ele corre para o meio de campo, assim como o árbitro. Pelo VAR, quando o bandeira tá em dúvida, ele deixa o lance terminar e depois sinaliza. Ele nem isso fez. Infelizmente fomos prejudicados”, comentou.

Apesar da derrota, Enderson Moreira gostou da postura do time durante os 90 minutos.

“Nós tivemos uma sustentação dentro de campo, fomos agressivos, sabendo usar os dois lados do campo, inclusive na bola parada. Mas, infelizmente, não conseguimos vencer após ter marcado dois gols. Nosso time buscou o resultado durante 90 minutos contra um time que se fechou, veio para atuar por uma bola. E a torcida, claro, viu o esforço da nossa equipe e foi muito importante dentro de casa”, completou.

De olho no Corinthians, próximo adversário no Brasileirão, o técnico acredita que o rendimento no duelo da Sul-Americana deixará o grupo mais forte e unido.

“O resultado, infelizmente, não refletiu o que foi construído dentro das quatro linhas. Nosso grupo está muito comprometido com o clube, se doando ao máximo para conquistar os resultados. Não tem nenhum tipo de preservação de atletas ou poupando. Quem tem condições vai atuar”, finalizou.