Notícias

“Vou dar plantão no Fazendão”

Novo presidente vai estar todos os dias no Fazendão para dar apoio e motivar o grupo de jogadores nesta fase de transição administrativa e de luta, determinação na Série B do campeonato Brasileiro.

22 jul 2005 | 18H15

Petrônio Franca Barradas não poupou palavras no seu primeiro pronunciamento no cargo de presidente do Esporte Clube Bahia.Com mais de 20 anos, dos seus 64 de idade, dedicados ao clube, onde exerceu todos os cargos nos mais diversos momentos, nas gestões de quatro presidentes, maracajá, Perné, Pithon e Marcelo, o novo presidente disse que assumiu o cargo, esse desafio, porque tem amor e paixão pelo Tricolor.

“Não sou mais Bahia do que ninguém, mas não tem ninguém mais Bahia do que eu”, disse o presidente, lembrando que não vai aceitar nenhum argumento de recusa neste momento de recrutamento, de união de idéias, de forças, em prol do clube. Não nasci para ser covarde, um paria. Sei ser cordeiro, mas sei também ser uma águia”.

Petrônio Barradas, bastante aplaudido, anunciou suas primeiras decisões na presidência do Esporte Clube Bahia, como a nomeação dos novos dirigentes que vão formar a sua equipe de trabalho na administração do clube, até a realização da eleição presidencial, como o novo Diretor de Futebol, Antônio Jorge Moreira Garrido, dos novos assessores do marketing, Eduardo Ramos e Marco Antônio Rocha, e do administrador Waldemar de Azevedo Costa Neto, o neto do primeiro presidente da história do Esporte Clube Bahia.

Depois das dezenas de cumprimentos, das inúmeras entrevistas para as empresas de rádio, jornal e televisão, dos abraços e votos de felicidades de todos, o presidente Petrônio barradas foi para a sala do Departamento de Futebol, no Fazendão, tirou o blazer, arregaçou as mangas, e começou a trabalhar.