Notícias

‘Vaias justas’

Coletiva de Roger após empate na Fonte

06 dez 2019 | 12H12

O Bahia novamente saiu de campo sem vencer uma partida na Fonte Nova.

Na noite desta quinta-feira (5), em Salvador, o Tricolor até que saiu na frente, com gol de Gilberto, mas não conseguiu derrotar o Vasco da Gama. Apenas o empate por 1 a 1.

O treinador Roger Machado, na coletiva, falou sobre o desempenho do time e deu razão à torcida que, após o jogo, vaiou os atletas na saída para o vestiário.

” Vaiado com justiça. Nós jogamos boa parte do jogo para fazer jus, sair na frente do placar. No segundo tempo, diminuímos intensidade, velocidade, promovi as trocas para que a gente tivesse ímpeto com um a mais. O adversário estava com intuito de diminuir a vantagem, mesmo com um a menos. Deveríamos ter definido a partida. Depois da expulsão, deu igualdade numérica no jogo, o Vasco conseguiu o empate, que frustra todo mundo que veio hoje, num jogo que está finalizando nossa caminhada no Brasileiro dentro de casa e tinha tudo para acabar bem com um triunfo para deixar o torcedor feliz. Todo mundo frustrado no vestiário, mas responsabilidade é sempre do comandante”.

Durante o jogo, uma das mudanças feitas pelo comandante foi a entrada de Fernandão na vaga de Gilberto. Ele explicou a decisão: “Eu tinha um jogador a mais na partida, estava com superioridade no jogo. Naquele momento, a ideia era justamente só restabelecer sistema de ataque, porque tínhamos superioridade numérica. Não era condição de se retrair em casa. Com um a mais, era para ter mais a bola. Por isso a opção pelo Fernando”.

O treinador, faltando apenas um jogo para o término do Brasileirão, consegue fazer uma análise do próprio trabalho? Roger foi direto e respondeu.

“Minha culpa foi tentativa de, em alguns momentos, soltar mais o time, em função de, dentro de casa, principalmente contra adversários mais fechados, a gente não produzir o suficiente para vencer. Deixando time mais leve, momento em que a gente acabou tomando mais gols. Tomamos três gols, dois, e a gente vinha sofrendo pouco. A gente fortaleceu novamente, que foi a formação que nos deu a maior parte das vitórias até este momento, associada ao mau momento de alguns atletas, faz com que se tenha uma queda, que foi maior do que imaginava, já que 70% da competição a gente fez bem.”.