Notícias

Tricolor tropeça no Sul

Bahia é superado pelo Caxias, por 1 a 0. Tricolor termina rodada na vice-liderança do Nacional.

11 set 2004 | 18H17

Darino Sena

Sob o forte frio de 9 graus, o Bahia não apresentou um bom futebol e acabou amargando um resultado ruim contra o Caxias, na tarde deste sábado, no estádio Centenário, na casa do adversário – perdeu por 1 a 0. O gol foi marcado por Jajá, aos 11 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Tricolor perdeu uma posição na tábua de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B em 2004, mas não se distanciou da liderança. Agora, é o segundo colocado, com 40 pontos – dois a menos que o líder Náutico.

O Tricolor volta a jogar na próxima sexta-feira, às 20h30min, contra o Paulista, na Fonte Nova. È o penúltimo jogo da fase classificatória da competição. O Bahia já está classificado para a próxima etapa do Nacional.

Para o jogo, o time vai ter o desfalque do meia Neto, que recebeu o terceiro cartão amarelo. A delegação do Tricolor retorna a Salvador neste domingo. A equipe volta aos treinos segunda-feira pela tarde, no Fazendão.

Precisando da vitória para manter vivas as chances de classificação, o Caxias foi para cima do Bahia desde o apito inicial do árbitro. Um forte aliado dos gaúchos era o frio, na casa dos 9 graus. Alguns atletas do Tricolor chegaram a usar luvas no jogo.

O time da casa explorava principalmente os cruzamentos para a área na tentativa de vencer a defesa o Bahia. Num deles, aos 11 minutos, o Caxias abriu o placar – Jajá completou de cabeça para o fundo das redes um escanteio cobrado por Marcelo.

O resultado obtido até então pelos gaúchos era justo. Afinal, o Caxias apresentava maior volume de jogo, atacava mais e controlava as tímidas investidas tricolores, puxadas principalmente por Neto Potiguar, em contra-ataques.

No segundo tempo, o Bahia voltou mudado. Em busca de melhorar o rendimento do ataque, o técnico Vadão trocou os centroavantes – Selmir por Bebeto. A mexida não surtiu tanto efeito, pois o Tricolor continuou com problemas para chegar na área adversária.

Apesar das dificuldades, o Bahia ainda teve uma grande chance de empate, com William, que entrou no segundo tempo, substituindo Neto Potiguar. Aos 26 minutos, o atacante recebeu livre na área, de cara com o goleiro, mas demorou a definir e, quando o fez, chutou em cima de Luiz Muller.

Um minuto antes, o Caxias também desperdiçou sua melhor chance de gol na segunda etapa. Cidmar cabeceou com firmeza, Márcio desviou com a mão e a bola acertou a trave.

Mesmo melhorando de rendimento na segunda etapa, o Bahia apresentou um rendimento distante do seu habitual e acabou não obtendo o gol de empate.