Notícias

Terça de trabalho no Fazendão

Jogadores não relacionados trabalham em dois turnos.

02 ago 2004 | 17H17

Darino Sena

Quem pensa que os jogadores do Bahia que não são relacionados para uma partida ganham folga no dia do jogo está enganado. Muitas vezes eles têm que trabalhar mais do que quem joga.

É o caso dos atletas que não foram até Florianópolis para o jogo com o Avaí. Nesta terça, eles trabalham em dois períodos, no Fazendão, sob a coordenação do fisicultor Jorge Lago e seu auxiliar, Luizinho Gomes.

Lago está intensificando os trabalhos de recuperação atlética do lateral Elivélton e do atacante Bebeto, que devem ser entregues ao departamento técnico já na próxima rodada.

Quem também dá as caras no Fazendão são os meias Luís Alberto e Jair. A dupla se recupera, respectivamente, de cirurgias no ombro e no joelho. Só eles estão entregues ao fisioterapeuta Ricardo Pedreira.

Dos suspensos pelo terceiro amarelo, o único que ganha folga é Henrique. Ele foi liberado pela comissão técnica para resolver problemas particulares em São Paulo. Vai de manhã e volta de noite.

Esta terça marca ainda o retorno do meia Robert às atividades no Centro de Treinamento. Ele ganhou três dias de folga, mais do que merecida, e foi a Santos rever a família. O craque, suspenso pelo terceiro amarelo, chega a Salvador no início da noite desta segunda.