Notícias

Subindo na tabela

Mesmo prejudicado, Bahia ganha a 2ª seguida e deixa a zona

18 set 2014 | 00H14

Jogando na noite desta quarta-feira, o Bahia venceu o Botafogo por 3 a 2, no estádio do Maracanã. Com o resultado, o Tricolor chegou a 23 pontos no Campeonato Brasileiro, agora ocupa a 16ª posição na tabela e deixou a zona de rebaixamento.

Foi o segundo triunfo consecutivo sobre o time carioca no Rio. Em 2013, o Esquadrão ganhou por 2 a 1, com gol também no último minuto.

O time começou o jogo melhor e quase abriu placar logo aos três minutos. Rafinha fez boa jogada pela direita, invadiu a área e cruzou, mas a defesa adversária conseguiu afastar antes de Kieza chegar.

Aos 30, o meia Ramírez recebeu bola em impedimento e cruzou na área para Emerson abrir o placar.

Porém, o Tricolor não se abateu e, um minuto depois, empatou o confronto. Railan cruzou da direita, Kieza desviou de cabeça e o zagueiro Dankler, ao tentar cortar, colocou a bola no fundo das próprias redes.

No lance seguinte ao tento, o Bahia quase virou a partida. Emanuel cobrou falta da direita e Lucas Fonseca cabeceou com perigo.

No final da primeira etapa, o atacante Zeballos chutou para o gol, Marcelo Lomba defendeu e a bola bateu involuntariamente na mão de Railan. Mas o árbitro marcou pênalti. Emerson cobrou e marcou o segundo.

No segundo tempo, o técnico Gilson Kleina voltou com duas alterações na equipe. Emanuel Biancucchi e Léo Gago deram lugar a Marcos Aurélio e Maxi.

Com as mudanças, o Esquadrão voltou melhor e teve chance de empatar logo aos quatro minutos. Maxi recebeu na entrada da área, driblou o marcador e chutou forte, mas a bola passou raspando o poste.

No minuto seguinte, Rafinha fez boa tabela com Kieza, invadiu a área e chutou forte, mas Jéferson salvou.

Aos 26, Maxi fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Railan, que cabeceou para fora.

Porém, dois minutos depois, o Tricolor conseguiu empatar o jogo. Guilherme tabelou com Maxi pela esquerda e cruzou na área. O atacante argentino chutou de primeira e igualou o placar no Rio.

Aos 32, mais uma vez a arbitragem prejudicou o Tricolor. Guilherme Santos recebeu bola na esquerda, driblou dois e tocou para Maxi. O atacante cruzou na área e Kieza empurrou para o gol, porém o assistente marcou impedimento erradamente.

Na última substituição, Kleina tirou Rafael Miranda e colocou Branquinho. E foi dos pés do meia que saiu o tento do triunfo azul, vermelho e branco.

Aos 45, Guilherme Santos fez mais uma boa jogada pela esquerda e cruzou na área para o meia que dominou e bateu cruzado, virando o placar.

A torcida tricolor fez a festa no Maracanã!

O time teve Marcelo Lomba, Railan, Lucas Fonseca, Demerson e Guilherme Santos; Uelliton, Rafael Miranda (Branquinho), Léo Gago (Maxi) e Emanuel Biancucchi (Marcos Aurélio); Rafinha e Kieza.

No próximo domingo tem Ba-Vi, às 16h, na Fonte Nova, com mando de campo do rival.

A foto é de  Ide Gomes/Estadão Conteúdo.