Notícias

Sem traumas

O Bahia volta a Salvador como vice-líder, com 40 pontos ganhos e 12 vitórias, classificado, e consciente das suas metas na Série B do Campeonato Brasileiro.

12 set 2004 | 09H11

A derrota de 1 a 0 para o Caxias, no sábado à tarde, no estádio Centenário, na cidade de Caxias do Sul, pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, não era e jamais será “esperada” pelo Bahia, em quaisquer circunstâncias. Apenas o resultado não abalou em nada a confiança e a determinação de Comissão Técnica e jogadores do Tricolor baiano, na caminhada rumo à Série A, a Primeira Divisão do futebol brasileiro, em 2005.

As circunstâncias do jogo em Caxias é que foram desfavoráveis ao Bahia. Com bola rolando, os termômetros em Caxias do Sul marcavam uma temperatura em torno de 8 graus. Mas dentro de campo, num gramado encharcado, a temperatura girou em torno de 2 a 4 graus, num frio tão intenso que o zagueiro Leonardo voltou para o segundo tempo usando duas luvas em cada mão, já que ele mal conseguia dobrar os seus dedos.

Além disso, o medo de uma contusão mais grave às vésperas da segunda fase – faltam duas rodadas – com o time já classificado, fez com que instintivamente os jogadores se retraíssem diante do Caxias. Na sexta-feira, em casa, no estádio da Fonte Nova, o Bahia joga contra o Paulista para recuperar a liderança da Série B, já que o líder Náutico joga fora de casa, contra o Joinville.