Notícias

“Satisfeitos”

Rogério Ceni analisa goleada sobre o Itabuna na Fonte Nova

08 fev 2024 | 00H24

Após a goleada por 5 a 0 sobre o Itabuna, pelo Campeonato Baiano, o técnico Rogério Ceni conversou com a imprensa e analisou a partida. O treinador disse ter ficado satisfeito com a partida de seus jogadores.

“No primeiro tempo, jogamos um pouco abaixo do que esperávamos, não conseguimos encontrar o último passe. No segundo mudamos de atitude. Vencemos. Fizemos três pontos. Fizemos o resultado. Poderíamos ter ampliado, mas saímos satisfeitos”. 

O treinador destacou o papel dos jogadores na execução das funções.

“O mérito é sempre de quem executa. O mérito é dos nossos jogadores que levaram a partida à sério até o final. Só acho que a gente tem que ter um pouco de calma porque alguns times oferecem resistência, outros mais resistência”. 

No entanto, ele destacou que o Bahia precisa estar preparado para partidas em que não tenha superioridade técnica.

“Temos que ter calma. Temos uma ou outra carência que precisamos ajustar. Por outro lado fico feliz pela presença do torcedor. Mas temos que estar preparados que não é sempre que teremos superioridade sobre os adversários.

O treinador destacou também as atuações de Cicinho e Yago Felipe, dois dos destaques da partida.

“Eu acho que o cicinho cresceu muito mais fisicamente. É um mérito do Danilo. Hoje foi exemplo de alma e dedicação e o torcedor reconhece isso. Trabalhou na frente. Fez jogada bonita do segundo gol. O torcedor gosta de quem se entrega. Foi ovacionado. É uma posição que temos peças para continuidade da temporada”.

“Yago tem versatilidade para fazer mais que uma função. Dois primeiros gols no Bahia. É um cara trabalhador. Dedicado. Tem a liderança. Tem o carinho de todos”. 

Rogério Ceni destacou ainda que a atual concorrência no elenco tem fortalecido o grupo.

“Acho que a concorrência entre posições estimula que você esteja sempre ligado. Cada minuto é importante porque pode definir o seu futuro”.

Fotos: Tiago Caldas/EC Bahia