Notícias

Rumo a Anápolis: clima e Ernane preocupam

Bahia segue definido para interior goiano, onde vai enfrentar Anapolina e clima seco. Meia pode ser vetado.

25 set 2004 | 13H05

De Goiânia,
Darino Sena

A delegação do Bahia deixa o hotel Castros, em Goiânia, às 13h15min deste sábado. O destino é Anápolis, onde o Tricolor enfrenta o Anapolina, às 16h, na última rodada da fase classificatória do Campeonato Brasileiro de 2004.

Além do adversário, uma dificuldade para o Bahia vai ser o clima quente e seco da região. Os termômetros de Goiânia marcam temperatura em torno dos 36 graus neste sábado.

Alguns jogadores e membros da comissão técnica sentem os efeitos da falta de umidade no ar, que provoca ressecamento da pele e até sangramento no nariz.

“Estamos tentando diminuir ao máximo o impacto negativo do clima seco, hidratando bastante os atletas. Mas não podemos garantir que alguém não venha a ter um leve mal estar durante a partida. É até natural que aconteça. Alguns vão sentir menos que os outros”, observou o médico Bruno Barreto.

Ernane

A única dúvida do Bahia para o jogo de logo mais é o meia Ernane. Ele sente dores musculares na coxa e sua inclusão no grupo de 18 atletas para a partida vai depender de um teste nos vestiários. Mesmo que tenha condições físicas, Ernane vai compor o banco de reservas.

O Bahia está definido para o jogo com – Emerson; Flavinho, Allyson, Alemão e Bruno; Glauciano, Luís Alberto, Elias e Igor; William e Bebeto.