Notícias

Revés e polêmica

Tricolor perde para o Inter; Decisão do VAR gera discussão

12 jun 2019 | 23H34

O Tricolor enfrentou o Internacional na noite desta quarta (12), no Beira-Rio, e saiu de campo derrotado pelo placar de 3 a 1. O jogo, pela 9ª rodada do Brasileirão, ficou marcado pela validação de um gol polêmico da equipe gaúcha, ainda na primeira etapa, após quase cinco minutos de consulta ao Árbitro de Vídeo (VAR).

O Campeonato Brasileiro agora só retorna no mês de julho. Com a realização da Copa América, o Bahia só volta a jogar entre os dias 12 e 13 de julho, em Salvador, contra o Santos. O local da partida ainda está indefinido.

Jogo

O Bahia, mesmo com cinco desfalques (Ernando, Gilberto, Artur, Gregore e Élber), iniciou a partida e levou perigo ao Inter em duas oportunidades. Primeiro, de cabeça, Arthur Caíke recebeu cruzamento de Nino e jogou para fora. Depois foi a vez do próprio camisa 77 ajeitar de cabeça para o meio da área, mas Fernandão não conseguiu o desvio.

Aos 20, o Inter fez o gol com auxílio do VAR. Lindoso, em posição irregular, aproveitou o toque de cabeça do companheiro e empurrou para o fundo do gol. O Árbitro de Vídeo analisou o lance e, quase cinco minutos depois, validou a jogada.

Douglas, de fora da área, arriscou para fora. E em outro momento, outra vez de cabeça, Arthur Caíke apareceu entre os zagueiros e finalizou em cima do goleiro Marcelo Lomba. Lá atrás, em dois lances, o goleiro Douglas foi muito bem e defendeu os arremates de Sóbis e Nico Lopez.

Etapa final

O jogo seguiu equilibrado na etapa final durantes os primeiros minutos. Aos 14, Rafael Sóbis finalizou e o goleiro Douglas fez uma linda defesa. Mas quis o destino, no minuto seguinte, que o arqueiro do Bahia não conseguisse impedir o segundo do Inter. Sóbis bateu, ele tentou encaixar e não conseguiu: Inter 2×0.

Aos 32, Arthur Caíke brigou pela bola, ganhou de Lomba e achou Fernandão na área. O centroavante bateu forte e diminuiu o placar. No entanto, quando o Bahia buscava o empate a qualquer custo, o argentino D’Alessandro marcou um golaço e deu números finais ao jogo.