Notícias

Querendo mais, Charles muda o Bahia

Novo treinador faz experiências na equipe titular e exige a vitória contra o Camaçarienese.

10 fev 2006 | 18H41

Darino Sena

O time não perde há quatro rodadas no Estadual. Vem jogando bem e evoluindo a cada rodada. Em contrapartida, está fora da zona de classificação e não vence a dois jogos.

O novo técnico, Charles Fabian, quer um Bahia diferente. Jogando bem e conseguindo os resultados. Para isso, exige mais dos jogadores para a partida deste domingo, contra o Camaçariense, fora de casa.

“Não adianta jogar bem e não obter os três pontos. Quero um time aguerrido, lutador e que vença. Temos que nos dedicar ainda mais. Exijo isso do elenco. É inadmissível o que aconteceu contra o Ipitanga, quando criamos 18 chances de gol e só fizemos um, chorado, de pênalti. Essa situação tem que mudar”, disse o treinador.

Em busca do “algo mais”, Charles promove mudanças no Tricolor. No coletivo desta sexta, foram duas novidades. O zagueiro Josemar voltou no lugar de Jaílson, suspenso. O meia Ancelmo substituiu o lateral Galego, que atuou como zagueiro na última partida. A alteração representa a volta do esquema 4-4-2.

No decorrer do treino, outras mudanças. Uma forçada – a troca de Careca por Dudu. O titular sentiu um cansaço muscular e foi poupado, por precaução, mas não deve ser problema para domingo. Caso se recupere, joga.

Outras duas modificações foram as entradas de Danilo Rios, meia, e Marcel, atacante, nos lugares, respectivamente, de Ancelmo e Luiz Eduardo. A dupla que entrou foi tão bem que provocou dúvidas no treinador.

“Eles deram uma dinâmica diferente ao time. Melhoraram a qualidade do passe do meio para frente. Me agradaram e podem pintar como titulares sim, mas ainda não tem nada definido”, adiantou o treinador.

Os titulares começaram treinando com – Darci; Denílson, Pereira, Josemar e Avine; Guilherme, Careca, Ancelmo e Rafael Bastos; Bruno César e Luiz Eduardo.

Darci foi utilizado no time de cima por opção do preparador de goleiro Valter Bahia, mas o titular para domingo é Marcão, segundo Charles. O único gol do coletivo foi de Luiz Eduardo, de pênalti, para os titulares.