Notícias

Paulinho: “é a hora de me firmar”

Jogador quer aproveitar saída de Neném para não largar mais a camisa 2 do Bahia.

08 jul 2004 | 19H30

Darino Sena

Uma chance preciosa de agarrar de vez a camisa 2 do Bahia. É assim que o lateral-direito Paulinho está encarando a ida de Neném para a Turquia. O antigo titular da posição deixou o Tricolor nesta quinta-feira. Com isso, Paulinho volta a ocupar o posto.

“Agora chegou a minha vez. Espero ter uma seqüência de jogos para me firmar e mostrar ao Vadão e à torcida que eu posso vestir com tranqüilidade a camisa 2 do Bahia. Quero ser Campeão Brasileiro da Série B com ela”, disse o jogador, que conta com o apoio total da torcida.

Mesmo na reserva, Paulinho sempre teve seu nome gritado pelos torcedores nas arquibancadas da Fonte Nova. Era comum nos jogos ouvir a torcida cobrando a entrada dele.

“Esse apoio vai ser muito importante. É uma motivação imensa saber do carinho das pessoas. Facilita nosso trabalho. Só tenho que agradecer ao apoio dessa torcida apaixonada”.

Paulinho vinha sendo reserva desde a chegada de Neném, na metade do Campeonato Baiano. Com o experiente lateral, o novo número 2 disse ter aprendido bastante.

“Peguei várias coisas com o Neném. Aprendi a importância do aspecto defensivo e do poder de marcação na nossa posição. Acho que vou evoluir nisso”, disse Paulinho, formado nas divisões de base do Bahia.