Notícias

O que é melhor para o Bahia?

Dirigentes e Comissão Técnica estão neste exato momento discutindo, avaliando a situação do lateral-direito Neném

07 jul 2004 | 12H18

Existe no contrato do jogador Neném com o Bahia, com validade até o final do ano, uma cláusula que libera o jogador para qualquer clube do exterior, mediante o pagamento de uma multa rescisória no valor de U$ 50 mil dólares. Neste exato momento, os dirigentes do Bahia estão reunidos com o presidente Marcelo Guimarães, e um dos itens desta reunião é a situação do lateral-direito Neném. Se fica, se será liberado, o que é melhor para o time, para o clube.

Pelo contrato, se o empresário do lateral, o paulista Luciano Ramalho, pagar os U$ 50 mil dólares, o Bahia tem a obrigação de ceder a transferência de Neném para o clube da Turquia. Por isso, o que está em pauta na reunião, é se vale a pena lutar pela permanência do jogador, avaliar seu interesse de jogar no exterior, e diante da sua saída, quem virá, indicado pelo técnico Vadão, para disputar a posição com Paulinho.