Notícias

‘Jogo do ano’

Yanne foca em triunfo contra o JC e convoca Nação para jogo que vale acesso das Mulheres de Aço no Brasileiro

06 jul 2024 | 12H58

As Mulheres de Aço seguem em preparação para a partida da próxima segunda-feira (8), contra o JC FC, que vale vaga na elite do futebol feminino. A goleira Yanne concedeu entrevista coletiva neste sábado (6), no CT Evaristo de Macedo. Ela destacou a confiança e a determinação do elenco do Bahia para o jogo que definirá o acesso à Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino.

Yanne apontou que, mesmo com a vantagem adquirida no jogo anterior, quando o Esquadrão venceu por 2 a 0, a mentalidade para o jogo de volta é seguir em busca da vitória.

“Apesar da vantagem, nós vamos lutar para conquistar o triunfo, os 3 pontos. E isso conta para o mando de campo para a semifinal e final. Precisamos sair de lá com o triunfo, com a baliza zero, que é um dos meus objetivos na competição”.

Yanne também enfatizou a coesão defensiva da equipe, que começa com uma pressão efetiva desde o ataque. Ela destacou o trabalho coletivo e a comunicação constante entre as jogadoras.

“Nossa defesa já vem de lá do ataque, com pressão muito boa no adversário. Isso dá mais segurança ao meio de campo e linha, incluindo ter certeza de que estaremos prontas para defender. São defensoras firmes, que conversamos e tentamos ajustar bastante. Falhas vão acontecer. Futebol é um esporte em que quem falhar menos vai vencer. Estamos sempre trabalhando para aprimorar algumas questões de conexões, posicionamento. Tudo isso para ter mais segurança com a bola no pé, no enfrentamento 1×1”.

“Não vamos ficar acomodadas. Nós somos uma equipe que propõe o jogo, independente se lá foi 2 a 0 ou fosse outro resultado. Nossa ideia é nunca baixar linhas. Estar lá em cima, pressionar. Pode ser que a gente precise recuar, voltar um pouco, mas o time vai buscar sua identidade. Vai jogar para frente, para ganhar”.

Uma das líderes do time, Yanne reconhece a importância de seu papel dentro e fora de campo.

“Eu acho que a goleira é uma liderança até natural, fica lá atrás, com visão especial do jogo. Para mim, não é só isso. Posso passar experiências minhas fora de campo, ali no pré-jogo, na hora da reza. Equipe junta, com harmonia, unida, é mais difícil de ser batida. Meu papel vai muito além de só defender, dar um passe, lançamento. Também posso ajudar meu time com uma fala, diante de uma companheira nervosa, ansiosa. Ansiedade é normal, mas tento ajudar no controle dela. Uma palavra de afirmação, de apoio”.

 Apoio da Nação Tricolor

Por fim, Yanne fez um apelo à torcida, destacando a importância do jogo. “Vamos fazer o jogo mais importante do ano, a partida mais difícil. Importante ter vocês, apoio, 12º jogador. Contamos com ajuda, apoio, e a gente consiga sair de lá com o acesso para a primeira divisão. Queremos fazer uma partida incrível para a felicidade de todos e sairmos felizes”.

A bola rola em Pituaçu, na segunda-feira (8), a partir das 19h. A entrada é gratuita, e quem puder, pode levar 1kg de alimento para a Fundação José Silveira.

Fotos: Rafael Rodrigues/EC Bahia