Notícias

Novo comandante

Sérgio Soares treinará o Bahia em 2015

22 dez 2014 | 08H46

O Esporte Clube Bahia comunica à Nação Tricolor que Sérgio Soares é o novo técnico do Esquadrão de Aço.

O presidente Marcelo Sant’Ana explica o motivo da escolha.

“Sérgio Soares tem perfil disciplinador e sabe trabalhar a base. Vem de duas boas temporadas no Ceará, com ótimo aproveitamento na Série B, título estadual, final do Nordeste. Antes, destacou-se no Santo André, passou no Atlético-PR. É um técnico que vem de bons trabalhos e está em ascensão”.

O treinador, que tem 47 anos, pegou um Ceará quase na zona de rebaixamento em agosto de 2013 e terminou a competição no 5º lugar. Na atual temporada, passou 16 rodadas seguidas na zona de acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro e deixou o clube, ao todo, com 60,2% de aproveitamento.

Junto com Sérgio, chega somente o auxiliar Denys Facincani. Charles Fabian seguirá fazendo parte da comissão técnica tricolor e terá papel fundamental, trabalhando juntamente com o novo comandante.

“Gosto que meus times trabalhem sempre com muita velocidade, muita agressividade, procurando propor o jogo, independentemente se for em casa ou na casa do adversário. A gente espera fazer isso aqui no Bahia”, disse Soares em entrevista exclusiva à TV Bahêa (confira o vídeo completo abaixo).

HISTÓRICO

Sérgio Soares foi atleta profissional durante 20 anos até decidir encerrar a carreira de jogador em 2004, no Santo André, clube pelo qual teve sua primeira experiência em uma comissão técnica.

Logo em seu primeiro trabalho, foi auxiliar do baiano Péricles Chamusca e, juntos, surpreenderam o país ao conquistar a Copa do Brasil daquele ano.

Em 2005, foi efetivado como técnico do Santo André e comandou a equipe na disputa da Taça Libertadores da América, além do Campeonato Paulista (4º lugar) e da Série B.

Entre 2006 e 2007, trabalhou no Juventus-SP e no  Grêmio Barueri até retornar ao Santo André em 2008 e conquistar o título da Série A-2 do Paulista  e garantir o acesso à Série A do Brasileiro.

Comandou a Ponte Preta, o São Caetano e o Paraná em 2009.

No ano de 2010, voltou ao Santo André e chegou à final do Campeonato Paulista, rendimento que o levou ao Atlético Paranaense, onde fez uma grande campanha de recuperação e terminou a Série A em 5º lugar.

Em 2011, Soares teve sua segunda passagem pelo Barueri e depois teve sua primeira experiência fora do país, trabalhando no Cerezo Ozaka, do Japão.

Retornou ao Brasil e comandou o Avaí no Estadual de 2013. No 2º semestre, contratado pelo Ceará na 17ª rodada da Série B, quase conquistou seu segundo acesso, ficando a um ponto do 4º colocado.

Em 2014, um grande ano com a conquista do título cearense, final da Copa do Nordeste (com direito a goleada de 5 a 1 no Vitória-BA), “campeão” do 1º turno da Série B e também chegando às  oitavas de final da Copa do Brasil, eliminando Chapecoense e Internacional, dois clubes da 1ª divisão.

Após 14 meses, 88 jogos, 45 triunfos, 24 empates e 19 derrotas, decidiu pedir demissão do Ceará.

Galeria de Fotos