Notícias

Nasceu para Vencer agora com entrega em domicílio

Torcedor agora pode receber em casa kit com camisa e moeda do projeto. Basta ligar 0800-284-5988.

13 fev 2006 | 23H14

Darino Sena

A partir desta terça-feira (14/02), o “Nasceu para Vencer” disponibiliza um novo serviço para os torcedores tricolores – entrega em domicílio do kit com a camisa e a moeda do projeto, no valor de R$ 30,00 (mais taxa de transporte).

Os pedidos podem ser feitos ao longo da semana, somente pelo 0800-284-5988. A ligação é gratuita. O horário de funcionamento do tele-marketing é de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h. As entregas vão ser feitas sempre aos sábados. A promoção é válida apenas para os residentes em Salvador.

Com o novo serviço, a expectativa é que as vendas cresçam ainda mais. Além da entrega em domicílio e comercialização na Fonte Nova, o departamento de marketing do Bahia está credenciando revendedores na capital e no interior do estado. Os interessados devem ligar para (71) 3281-1931.

“Nossa meta é vender 5 mil camisas e 25 mil moedas por mês, o que renderia ao Bahia uma receita líquida de R$ 240 mil reais nos quatro meses do projeto. Isso demanda uma logística grande, que estamos incrementando a medida que a adesão do torcedor cresce. Graças à paixão dos tricolores, isto está acontecendo”, disse o diretor de marketing Marco Costa.

Todo o dinheiro arrecadado com a campanha vai para o departamento de futebol do Tricolor. O Bahia fica com 20% a 25% da receita bruta das vendas.

“É uma participação muito maior que a usual, que varia entre 8% e 10% de royalty, por se tratar de uma campanha institucional e não somente a venda de um produto. O Nasceu para Vencer é um projeto para o torcedor do Bahia que busca, além de angariar recursos, resgatar a memória do clube quando ele comemora 75 anos de vida”, afirmou Costa.

O “Nasceu para Vencer” só saiu do papel graças às parcerias com a agência de marketing Mega Sports e a Orangotango confecções, empresas de Recife/PE que acreditaram e investiram no projeto. “Foi da Mega Sports o aporte financeiro para o pontapé inicial da campanha, tanto na parte de produção, quanto na divulgação. Enquanto que a Orangotango, nossa parceira em licenciados, está fazendo as camisas a preço de custo”, completou Costa.