Notícias

Mantena, Ramos e Gil estão escalados

Candinho escolheu os três para substituírem Daniel, Geraldo e Robgol. Bahia já está definido para enfrentar o Guarani.

08 nov 2002 | 12H57

Depois de fazer suspense durante toda a semana, o técnico Candinho finalmente divulgou os nomes dos substitutos de Daniel, Geraldo e Robgol para a partida contra o Guarani, domingo, pelo Brasileirão 2002. Os três não jogam porque estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Os novos titulares do Tricolor são Mantena, Ramos e Gil Baiano.

Mantena ganhou a “briga” com Etto para assumir a vaga de Daniel na lateral-direita. Apesar de não ser o favorito no início da saudável disputa, o jogador jogou bem nos dois coletivos da semana, realizados quarta e quinta-feira, fez até gol e conquistou a confiança de Candinho. A maior experiência de Mantena, 25 anos, que disputa seu quarto Brasileirão, também pesou, já que Etto, 21 anos, é estreante em Nacionais e participou de apenas um jogo do Bahia como titular no certame deste ano.

No lugar de Geraldo, a idéia inicial de Candinho era escalar Gil Baiano para a função de armador no meio-de-campo. No primeiro coletivo da semana, Gil chegou a atuar na posição. Mas ele jogou melhor no ataque, no treinamento de quinta-feira, quando formou dupla com Nonato e fez dois gols.

A boa adaptação de Gil lá na frente abriu uma vaga no meio-de-campo. No primeiro coletivo, Carlinhos atuou por ali. No segundo, Candinho optou por Ramos, que foi titular durante todo o treino, agradou o treinador e ficou com a vaga. Com a escalação de Ramos, jogador de características defensivas, deve ficar sob a incumbência de Jair a responsabilidade da armação das jogadas ofensivas, papel de Geraldo.

Jair é volante de origem, mas tem facilidade de sair jogando com a bola dominada, boa visão de jogo e passa muito bem a bola. “Não tenho dificuldade de jogar mais à frente. Se for da vontade do treinador, vou procurar fazer a função da melhor maneira possível”, disse o jogador.

Apesar do time jogar com quatro volantes – Bebeto, Ramalho, Ramos e Jair – no meio-de-campo, o técnico Candinho não pretende armar uma retranca contra o bugre. “Muito pelo contrário. Na teoria, o time parece defensivo, mas na prática vamos procurar imprimir bastante velocidade ao jogo para tentar surpreender o Guarani e arrancar uma vitória. Só não vou dizer como pretendo conseguir isso. Não vou aqui, em pleno site do Bahia, entregar o ouro para o bandido”, disse Candinho a reportagem do eusoubahia.com.

Com a definição dos substitutos de Daniel, Geraldo e Robgol, o Bahia entra em campo contra o Guarani com a seguinte formação – Emerson; Mantena, Marcelo Souza, Valdomiro e Calisto; Ramalho, Bebeto Campos, Ramos e Jair; Gil Baiano e Nonato.

Coletivo cancelado

O treino coletivo do Bahia, que estava programado para a manhã desta sexta-feira, foi cancelado em virtude das fortes chuvas que castigam a região metropolitana de Salvador. Candinho preferiu comandar um treino técnico-tático. Foi a última atividade do Tricolor antes da viagem para São Paulo, que acontece pela tarde.