Notícias

Lançamento

Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol

14 dez 2018 | 13H14

Definitivamente, segunda-feira (17) será um dia histórico para o Esquadrão de Aço. Não bastasse o inédito evento ‘Gestão em Campo‘, o Bahia sediará o lançamento do conceituado Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol, também na Fonte Nova, a partir das 17h30 (de Salvador).

Em 2017, por exemplo, a solenidade aconteceu no Ministério do Esporte, em Brasília.

O Tricolor foi escolhido pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol, sediado em Porto Alegre, por conta da série de ações realizadas pelo clube em homenagem ao Novembro Negro.

Três convidados especiais vão compor a mesa com o presidente Guilherme Bellintani e representantes do Observatório: o ex-zagueiro João Marcelo, campeão brasileiro pelo Bahia e alvo de racismo em 2018; a ouvidora-geral da Defensoria Pública do Estado, Vilma Reis; e a líder religiosa e ativista Makota Valdina.

“Infelizmente constatamos que a incidência dos casos de racismo aumentou em relação ao ano anterior, assim como as denúncias de machismo”, afirma Marcelo Carvalho, diretor executivo do Observatório.

“Utilizamos a força do esporte mais popular do Brasil para debater a discriminação racial e alertar que condutas preconceituosas e atitudes racistas nos estádios constituem sério retrocesso à democratização das relações sociais e à construção de uma sociedade mais igualitária”, completa ele.

Elaborado em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Relatório Anual mapeou os casos de preconceito – inclusive de outras naturezas, além do racismo – nos diferentes esportes do Brasil e também envolvendo atletas brasileiros no exterior.