Notícias

Jean Carlos começa treinos no Bahia

Vice-campeão da Libertadores chega para compor a linha de frente tricolor - "o Bahia é o maior clube da minha vida".

06 jun 2003 | 09H30

O presidente do Bahia, Marcelo Guimarães, anunciou a contratação do atacante Jean Carlos, na manhã desta sexta-feira. O jogador chega para preencher a lacuna aberta com a saída de Paulo Sérgio, que pediu dispensa do clube. Jean chegou a Salvador na noite de quinta-feira, fez exames médicos e já começa a treinar hoje. O atleta fica no Tricolor até o fim do ano.

Jean Carlos estava no Ituano/SP, onde disputou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil deste ano. Ele foi um dos destaques da surpreendente campanha do clube paulista na competição nacional – o Ituano chegou a eliminar o Coritiba/PR. Sua contratação foi aprovada pelo técnico Evaristo de Macedo.

“Trata-se de um atleta de bom aproveitamento nas bolas aéreas, que finaliza bem e costuma acertar nas tentativas de fora da área. Acredito que ele vai ser muito útil para nós no decorrer da temporada. Precisávamos de um jogador com as características dele”, declarou o treinador.

Jean Carlos da Conceição nasceu no dia 29 de janeiro de 1974, no Rio de Janeiro/RJ, é casado, tem 1,82m e 73kg. Começou a carreira como profissional no Bangu, em 1993. Em 94, fez parte do elenco do Guarani/SP que ficou em 3º no Campeonato Brasileiro e revelou craques como Amoroso e Luizão. Passou ainda pelo Anápolis/GO (94-96), Juventude/RS (00), Etti/SP (01), São Caetano/SP (02) e futebol português(02).

Os pontos altos da carreira de Jean até a chegada ao Bahia foram o título de Campeão Brasileiro da Série C, pelo Etti, e o vice-campeonato da Taça Libertadores da América de 2002, pelo São Caetano.

“Reconheço toda a grandeza e a tradição do Bahia e chego com muita vontade de ajudar o grupo honrar a camisa tricolor. Sei que a responsabilidade é muito grande, em virtude do tamanho dessa torcida apaixonada e fiel, mas minha vontade de vencer é ainda maior. Aqui, vou ter a maior oportunidade de projeção da minha carreira e não quero desperdiçá-la. O Bahia é um clube grande, maior do que todos que tive a chance de jogar e estou louco para fazer sucesso com o manto azul, vermelho e branco”, declarou o jogador.