Notícias

Ferrolho dá certo, time da show e Bahia vence fora de casa

O Esquadrão venceu por 3 x 2.

18 out 2007 | 23H15

Por Jayme Brandão

Na noite desta quinta-feira, o Bahia conquistou uma importantíssima vitória, na caminhada de volta à Série B, vencendo o Vila Nova, por 3 x 2, em pleno Serra Dourada.

A equipe goiana estava invicta há oito rodadas e jogou com o apoio de mais de 25.000 torcedores, o que não foi suficiente para superar o bom futebol apresentado pelo Esquadrão de Aço, que atuou no 3-5-2, bem implantado por Arturzinho e cumprido a risca pelos jogadores.

Os gols tricolores fora marcados por Moré(2) e Dudu. Túlio marcou os dois gols do Vila Nova.

Com o resultado desta noite, o Bahia assume a liderança isolada do octogonal, com 06 pontos e agora enfrenta o ABC-RN, em Natal, no próximo domingo.

O JOGO

Logo no início do jogo, o Bahia sofreu uma grande pressão do Vila Nova, com o goleiro Márcio praticando duas boas defesas.

Com um ferrolho defensivo formado por Alison, Eduardo e Rogério e com os bons lances de Marcone e Adílson, o Bahia cresceu na partida.

Aos 25, o Esquadrão abriu o placar. Elias cobrou uma falta com perfeição, Moré completou de primeira e fez Bahia 1 x 0.

Mas dois minutos mais tarde, Alex Oliveira iria marcar e o zagueiro Alison cometeu pênalti. Túlio Maravilha foi lá e empatou o jogo.

Aos 41, Elias cobrou bem uma falta, que passou perto.

Aos 46, o goleiro Márcio apareceu mais uma vez, defendendo um potente chute de Possato.

No intervalo, Arturzinho não mudou a equipe, que fez um bom primeiro tempo.

Na 2ª etapa, aos 04 minutos, Elias passou para Moré, que chutou forte e o goleiro Fabiano fez boa defesa.

Aos 06, Elias tocou por cima para Moré, o atacante tricolor matou no peito, dividiu com o goleiro Fabiano e fez Bahia 2 x 1.

Aos 10, o zagueiro Alison arriscou-se no ataque e chutou forte, com a boa defesa do goleiro goiano.

Logo em seguida, Alison saiu machucado, para a entrada de Emerson.

Aos 17, Alex Oliveira, sempre ele, cobrou bem uma falta e Márcio defendeu.

A chuva caia no Serra Dourada e alguns atletas já demonstravam cansaço, com o campo pesado.

Querendo dar mais mobilidade ao ataque, Arturzinho colocou Charles, na vaga de Neto Potiguar.

Aos 30, o treinador sacou Elias, que jogou muito bem e colocou Dudu.

Aos 35, Charles quase marca, em um cruzamento que veio da direita. Aos 36, no contra-ataque deste lance tricolor, o Vila empatou, novamente com Túlio Maravilha, completando de cabeça, um cruzamento na área.

Mas o Bahia merecia o triunfo e ele foi confirmado aos 37 minutos. Uma falta na entrada da área e o volante Dudu cobrou com perfeição, fazendo Bahia 3 x 2.

Depois do gol tricolor, a defesa continuou demonstrando um bom papel em campo e segurou as investidas do ataque goiano, assegurando o segundo triunfo no octogonal final da Série C.

FICHA TÉCNICA:

Bahia – Márcio, Marcone, Alison (Emerson), Eduardo, Rogério e Adilson; Fausto, Emerson Cris e Elias (Dudu); Moré e Neto (Charles). Técnico: Arturzinho

Vila Nova – Fabiano, Michel, Henrique, Vítor e Possato; Álisson, Heleno, Alexandre (Wando) e Alex Oliveira; Túlio e Juninho Goiano (Samuel). Técnico: Artur Neto

Gols – Moré (25 min do 1º tempo e 7min do 2º), Túlio (28min do 1º e 36min do 2º) e Dudu (38min do 2º)

Árbitro – Edson Esperidião (ES)

Assistentes: Antônio Carlos de Oliveira (ES) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

Cartões amarelos – Marcone e Adilson (Bahia); Michel e Álisson (Vila Nova)

Renda – R$ 164.055,00

Público – 20.495 pagantes