Notícias

Fala, Roger

Treinador comentou triunfo sobre o Avaí

05 maio 2019 | 21H48

Após o triunfo por 1 a 0 sobre o Avaí, na noite deste domingo (5), na Fonte Nova, o técnico Roger Machado conversou com a imprensa em entrevista coletiva. O treinador gostou da performance do time, que conquistou seu segundo triunfo no Brasileirão 2019.

“O placar foi magro, mas a atuação foi gordinha. Nosso time jogou bem, sobretudo no primeiro tempo. Atuamos avançados, compactando, pressionando, que foi a estratégia que definimos antes do jogo e fizemos isso muito bem. Criamos muito e poderíamos ter feito mais gols. No segundo tempo, como perdemos o Arthur Caíke no primeiro tempo ainda, tivemos que segurar mais novas substituições, e o ritmo caiu. Ainda assim criamos a melhor chance de marcar, na grande jogada que terminou no chute do Gilberto e na defesa incrível do goleiro deles”, disse Roger.

O técnico falou ainda sobre o comportamento da torcida e do desempenho individual de alguns atletas. “Gostaria de salientar que a presença de nosso torcedor é sempre muito boa, mas queria dizer que muitas vezes nós vamos sofrer um pouco na partida. A leitura tática é feita na beira do campo e por momentos o adversário pode ganhar espaço e domínio do jogo. Tivemos paciência e ganhamos de novo a posse no fim. Tivemos um grande jogo coletivo. E quando o coletivo vai bem, as individualidades também aparecem e hoje foi um grande exemplo disso. Vejo Ramires em ascensão, fazendo uma grande partida, como foi o Paulinho e como foi o Gilberto, que fez as diagonais que fez como foi pedido e merecia ter sido premiado com um gol, que infelizmente não aconteceu”.

Por fim, Roger Machado falou sobre os próximos compromissos do Bahia a semana completa de trabalho que terá até o próximo domingo. “A prioridade é ‘zerar’ os caras. Desde que cheguei aqui, não tivemos como parar, treinar, ajustar posicionamento, recuperar… Foi tudo muito na base do áudio-vídeo e em conversas de pé-de-orelha. Agora teremos uma semana e isso será muito importante. São dois jogos difíceis, fora de casa, mas sentimos que temos total condição de fazer bons jogos”, finalizou.