Notícias

Fala, professor!

Rogério Ceni analisa vitória do Bahia contra o Athletico-PR em Curitiba

10 jul 2024 | 22H20

O técnico do Bahia, Rogério Ceni, conversou com a imprensa após o triunfo do Esquadrão por 3 a 1 diante do Athletico-PR, na Ligga Arena, nesta quarta-feira (10), em Curitiba.

O treinador fez uma análise da partida e considerou a vitória muito importante. Ele destacou o trio Rezende, De Pena e Biel, que atuaram como titulares nos lugares de Caio Alexandre, Everton Ribeiro e Thaciano.

“Hoje foi um triunfo importante. Enfrentamos um time que sabe jogar bem. Fizemos um grande jogo. Destaco as três alterações feitas que fizemos por cansaço, risco de lesão. E mesmo assim o time jogar como contra o Palmeiras, contra o Palmeiras. Mantivemos um bom nível”.

“Se você analisar, no primeiro gol, sem Caio, sem Everton e Cauly, não toca na bola na construção. Ela foi construiída por todos os outros jogadores e finalizadas pelo Everaldo. Foi uma jogada de construção. É um bom exemplo de adaptação ao sistema de jogo. E temos que destacar a coragem dos caras, dos que entraram, o Rezende, De Pena, Biel, que mantiveram o nível do time”.

Ceni explicou as substituições feitas no segundo tempo que ajudaram a garantir o resultado.

“Thaciano ia entrar no lugar do Jean, mas preferi fazer a troca com ele mais aberto e Ademir do outro lado, e o Everton entrou no lugar do De Pena. Depois que o Jean pediu pra sair, foi o Caio, que não é a dele, mas se vira na função também.”

Para o treinador, a forma como o time atuou no campo da Ligga Arena merece destaque. Ele ressaltou que os primeiros 20 minutos do jogo foram fundamentais para o triunfo.

“O resultado é importante, mas a maneira como o time se comportou foi muito boa. Levamos três pontos da viagem de jornada dupla e conseguimos poupar Everton e Thaciano.”

“Rezende fez uma baita partida como primeiro homem. Os primeiros 20 minutos foram o diferencial. Jogamos muito. Depois o Athletico veio para cima, mas saímos felizes. Acho que foi um resultado merecido pelo que jogamos.”

Fotos: Rafael Rodrigues/EC Bahia