Notícias

Fala, Dado

Técnico do Transição aprovou estreia com triunfo

24 maio 2019 | 19H02

Assim como muitos jogadores, contratados para disputa deste Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o treinador Dado Cavalcanti oficialmente comandou o Bahia pela primeira vez desde que chegou a Salvador, na tarde desta sexta (24), em Pituaçu.

O desempenho da equipe no 3 a 0 sobre o Inter, para Dado Cavalcanti, pode ser considerado ‘satisfatório’.

“Creio que não só nós da comissão, mas também diretoria e torcedores, saímos satisfeitos com o que vimos da equipe na partida. Não foi apenas o placar, rendimento, mas principalmente pela postura sem a bola. Conseguimos ser agressivos, finalizar mais, e isso me deixou contente. Precisamos melhorar? Com certeza. Mas para o primeiro jogo fiquei feliz”, resumiu.

Dado evitou falar individualmente da atuação de cada atleta, porém, no caso de Cristiano, ele abriu uma exceção para comentar o que viu do camisa 10. O jovem atleta, formado na base do Tricolor, enfrentou sérios problemas com lesões na temporada passada e perdeu espaço no time júnior.

“Cristiano foi bem, fez um jogo seguro, mas claro que precisa melhorar coisas da questão física. Ele, assim como Geovane Itinga, fizeram uma boa partida e fazem parte do mesmo projeto. São atletas do clube, mas que por alguma razão não encaixaram neste processo entre base e profissional, mas serão trabalhados por mim. Talvez esse seja meu maior desafio aqui, de recuperar esses meninos, olhar com paciência e permitir uma sequência de partidas”, ressaltou.

Dado Cavalcanti terá cinco dias para realizar ajustes na equipe antes de pegar o Ceará, na quinta-feira (30), em Fortaleza.

OUÇA A ENTREVISTA: