Notícias

Fala, Ceni

Técnico valoriza mais um triunfo na Fonte Nova

04 jul 2024 | 22H43

Após o triunfo de 2×0 diante do Juventude, o técnico Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva na Arena Fonte Nova e afirmou que o time poderia ter vencido por um placar mais elástico, mas valorizou os três pontos.

“Primeiro tem que se destacar vencer, lógico. Nós criamos para fazer mais gols, mas nós não tivemos a sintonia fina para executar esses gols. Nós sofremos para criar um pouco melhor nos primeiros 20, 25 minutos, a partir disso o jogo desenrolou bem, o segundo tempo também, conseguimos trabalhar bem a bola, tivemos boas chances, poderia ser um placar mais elástico, mas acho que jogamos bem de maneira geral. Ademir teve uma boa chance, que seria gol, Biel teve uma boa chance, que seria gol, mas infelizmente nós não conseguimos converter as chances criadas em gols. Mas o importante é que a gente vence mais uma partida aqui, torcedor junto com a gente, mais de 40 mil pessoas aqui, isso é super especial e vai criando essa simbiose bacana entre torcida e time”, analisou.

Ceni falou também do desempenho do time e pontuou que o Bahia esteve um pouco abaixo na primeira metade do primeiro tempo.

“Não acho nem que a gente errou tanto, mas a gente conseguiu trabalhar a bola, mas não conseguiu romper essas linhas no primeiro de marcação, voltou muito a bola, começou, recomeçou e não conseguia atingir a última parte do campo. Nós jogamos 20 minutos no nosso primeiro terço de campo e aí não adianta você ter a bola só ali, tem que ser como foi na segunda parte, você começar a construção do jogo lá atrás, mas você terminar ela na frente, conseguir levar para o teu campo de ataque. Então nos primeiros 20 minutos a gente teve até a bola, mas cometemos erros, demos escanteios, lateral, até devolvemos para o Juventude, as melhores chances foram nesses primeiros 20 minutos, depois a gente conseguiu encontrar acho que boas linhas de passe e aí sim saímos construindo de trás, terminando as jogadas na frente, foram muitas finalizações”.

Agora o Bahia terá dois jogos fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, enfrenta o Palmeiras, e na quarta o Athletico-PR. O treinador comentou sobre a sequência.

“Infelizmente não há como se escolher um jogo ou outro jogo, hoje eu não posso nem te falar nada, mas no sábado de manhã quando a gente treinar a gente vai tentar ter uma noção do que fazer ou recuperar melhor ainda esses jogadores e ter uma análise da fisiologia. Às vezes a gente estica um pouco mais com algum jogador ou outro do que pode, mas tudo tentando estar no limite da parte fisiológica. Vamos analisar hoje e para mim impossível, gostaria, mas impossível de responder sobre isso, nós só vamos traçar uma estratégia de quem vai jogar a partir do sábado mesmo quando eles tiverem mais 36 horas”, afirmou.