Notícias

Fala, Ceni

Técnico do Bahia analisa partida diante do Bragantino pelo Brasileirão

12 maio 2024 | 22H52

O técnico Rogério Ceni conversou com a imprensa, após o Bahia vencer o Red Bull Bragantino por 1 a 0, neste domingo (12), na Arena Fonte. O treinador analisou o começo da partida e o momento em que o Bahia passou a fazer seu jogo em campo. 

“Eu acho que não tivemos a bola nos primeiros 10, 15 minutos e ficou chato para gente. Depois conseguimos transitar, virar lado, bola, trocar passes. Começamos encaixar as saídas”. 

Ceni disse ter assistido ao jogo da equipe paulista no meio de semana, quando venceu o Racing, por2 a 1, pela Copa Sul-Americana. E disse que já esperava a pressão inicial do adversário. Ele ainda destacou a entrega de seus jogadores em meio ao equilíbrio do futebol brasileiro. 

“Assisti Bragantino e Racing, sabíamos que eles gostam de pressionar. Mas no geral, estamos jogando no máximo. O Bahia compete com as equipes que vocês possam colocar. Acho que fizemos um jogo muito consistente. Está todo mundo esgotado e entregou o máximo que podia”. 

O treinador fez elogios à atuação de Gabriel Xavier, mas destacou a importância dos demais atletas. 

“O Gabriel jogou muito bem, foi muito bem no jogo aéreo, fez um jogaço. Ele vem mostrando muita força de vontade e desejo de jogar. É um espaço merecido através do trabalho diário. O que não impede os outros de jogar. Na próxima semana temos jogo domingo, quinta e domingo. Vamos precisar de mais do que esses 15 que tem sido utilizados”. 

Ele ainda destacou a atuação do adversário na partida. E considerou o embate deste domingo como o mais difícil. 

“Todos os adversários são difíceis. Esses é o mais recente. É um time muito bem treinado em pressão alta, muito bem ajustado. Transita muita rápida na última linha. Foi um jogo bem próximo, bem parelho. No geral talvez tenha sido a equipe mais bem postada que enfrentados. O Botafogo também por ter sido na casa dele”. 

Fotos: Tiago Caldas/ E C Bahia