Notícias

Fábio Saci está juridicamente liberado para jogar

O atleta pegou 1 jogo de suspensão.

03 abr 2007 | 21H35

Por Jayme Brandão

No início da noite desta terça-feira, o atacante Fábio Saci foi julgado pelo Tribunal da Justiça Desportiva, a respeito da sua expulsão no clássico BAVI, que aconteceu no dia 11 de março.

Saci foi citado no artigo 253, por agressão física ao jogador Jackson.

A Dra. Tamara, advogada do Bahia, apresentou um DVD como prova, onde o jogador do Vitória, Jackson, afirma que ele não foi agredido pelo atacante tricolor e apenas levou uma bolada nas pernas.

Com este depoimento e a excelente explanação da advogada do Bahia, a mesa julgadora desqualificou o caso para o artigo 255, por atitude hostil ou incoveniente.

No mesmo tribunal, o Bahia foi julgado, juntamente com o Vitória, sobre os atos violentos que ocorreram no BAVI do Barradão. A procuradoria alegava que os clubes não ofereceram segurança e estrutura necessária para coibir e reprimir a violência.

Os advogados dos dois clubes fizeram suas defesas e provaram que todas as medidas foram tomadas, inclusive solicitando um efetivo da polícia militar de mais 500 homens, para aquela partida.

A denúncia foi considerada improcedente e os dois clubes inocentados.