Notícias

Esquadrão defende invencibilidade de 12 anos contra o rival

Esse é o tempo que o Bahia não perde para o Vitória jogando na Fonte Nova por Campeonatos Brasileiros.

13 jun 2003 | 18H00

O Bahia luta para manter mais um tabu neste domingo, desta vez contra seu maior rival, o Vitória, na Fonte Nova – o Tricolor não perde para o rubro-negro em Campeonatos Brasileiros, jogando no estádio, há 12 anos. O último triunfo do leão da Barra aconteceu em 17 de fevereiro de 1991.

Além do bom desempenho nos últimos 12 anos na Fonte, o Bahia conta com o domínio absoluto no retrospecto histórico do maior clássico do futebol nordestino. A vantagem do Tricolor é esmagadora – 391 jogos, 162 vitórias, 116 empates, 113 derrotas, 541 gols-pró e 428 gols-contra.

Bom público na Fonte

Os Ba-vis em Campeonatos Brasileiros, disputados na Fonte Nova, costumam atrair excelentes públicos. Nos últimos cinco clássicos pelo Nacional, 338.643 pessoas compareceram à Fonte Nova – média de 67.728.

Artilheiro

O maior artilheiro da história dos Ba-vis é Carlito, que jogou no Bahia entre 1949 e 1961, com 21 gols – do elenco atual, o goleador máximo nos clássicos é Nonato, com nove gols marcados em 10 jogos contra o Vitória – dois deles na conquista do inédito Bicampeonato do Nordeste 2002, em pleno Barradão.

Bahia 10 a 1

A maior goleada da história dos BA-Vis aconteceu no dia 8 de dezembro de 1939, quando o Esquadrão de Aço bateu o arqui-rival vencendo-o por 10 a 1. Vareta (5), Tintas, Nelson, Antenor, Luiz Viana e Nandinho marcaram os gols tricolores.