Notícias

Emerson: 150 vezes seguidas, o número 1

Goleiro do Tricolor atinge marca histórica quando entrar em campo contra a Catuense, nesta quarta.

28 jan 2003 | 17H50

Maior goleiro do Bahia em todos os tempos depois de Nadinho (que jogou no Tricolor nas décadas de 50 e 60 e foi Campeão da Taça Brasil de 59), na opinião do presidente Marcelo Guimarães, Emerson de Souza Ferreti atinge mais um recorde histórico nesta quarta-feira.

Quando entrar em campo nesta quarta-feira para defender a meta tricolor contra a Catuense, Emerson vai estar vestindo a camisa 1 do Bahia pela 150ª vez consecutiva – nenhum jogador que tenha passado pelo clube realizou tal feito.

“É uma marca muito especial para mim. Primeiro, porque acho que nenhum jogador no Brasil jogou tantas vezes seguidas, portanto, deve ser um recorde nacional. Segundo, porque consegui estabelecer tal regularidade num clube em que me identifico e amo, que é o Bahia”, disse o goleiro, que dedicou o feito à torcida tricolor.

“O incentivo dela é a motivação para eu tenha tanta disposição em atuar 150 vezes seguidas. Não consigo enjoar de estar ao lado dessa legião de torcedores maravilhosos”, brincou Emerson, que no próximo dia 9, na partida contra o Vitória da Bahia S/A, faz o jogo de número 200 no Tricolor.

O goleiro aponta outras razões para a sua regularidade – disciplina e precaução. “Me cuido muito. Fiquei quase dois anos sem jogar por causa de seguidas contusões na perna, então, faço de tudo para não me machucar. Também me considero um jogador disciplinado, evito fazer faltas, pois, dentro da área, é fatal, e não reclamo das marcações da arbitragem”.

E a disciplina é realmente o forte do goleiro. Segundo dados catalogados por sua assessora de imprensa, Cristina Ribeiro, Emerson nunca foi expulso e nem ficou suspenso por causa de cartões amarelos.

A última vez que Emerson não começou uma partida como titular foi contra o Sport, na Ilha do Retiro, em 20 de setembro de 2000. O goleiro estava machucado e foi substituído por Marcelo Cruz. O Tricolor acabou perdendo por 3 a 0.