Notícias

Em nome do pai

enna chega para alegrar o coração de seu Arivaldo, o pai, torcedor do Bahia.

11 jun 2004 | 20H00

O atacante Renna chegou no início da noite desta sexta-feira para reforçar o Bahia. Trouxe na bagagem, além de roupas, pertences e vontade de marcar muitos gols, um antigo sonho do pai, seu Arivaldo. Ele sempre quis ver o filho vestindo a camisa do clube do coração da maioria esmagadora da família.

“O meu pai é quem está mais feliz com essa estória. Desde que despertei o interesse para o futebol ele sempre falava que um dia sonhava ver o filho jogar no Bahia”, disse Renna, baiano de Alagoinhas, como o pai.

“Ele foi o maior incentivador da minha vinda e pesou muito na minha decisão de encarar mais esse desafio na carreira”, disse o jogador, que falou ainda da responsabilidade que vai carregar de agora em diante.

“Assumi um compromisso com o meu pai, mas não só com ele. Com toda a torcida do Bahia, que espera muito de mim. Só posso dizer a todos que continuem confiantes porque o Renna vai se esforçar muito para fazer bonito com essa camisa tricolor”, declarou o atleta.

Renna fica no Bahia, por empréstimo junto ao Atlético/PR, até o final do ano. Neste sábado, pela manhã, o atleta inicia os treinos no Tricolor, ao lado de Selmir, que também chegou ao clube nesta sexta.