Notícias

DM tricolor mais uma vez comprova competência

O Dr. Daniel Araújo atendeu o jogador do Rio Negro.

01 out 2006 | 11H30

Por Jayme Brandão

Na partida desta sábado, contra o Rio Negro, houve uma cena que causou momentos de tensão em todos que estavam na Fonte Nova.

Em um choque involuntário com Ávine, o jogador Maurício, do Rio Negro, ficou desacordado por alguns instantes, desesperando jogadores do time de Manaus e também do Bahia.

Como a delegação do Rio Negro não contava com um médico, o Dr. Daniel Araújo, do Bahia, rapidamente prestou o primeiro atendimento ao atleta.

Com o choque com Ávine, Maurício sofreu uma trauma na cervical e uma momentânea parada respiratória(apinéia).

O primeiro procedimento que Dr. Daniel adotou foi desobstruir as vias respiratórias de Maurício, que aos poucos foi recuperando a consciência.

Com o quadro mais estável, o jogador ficou em observação em uma das ambulâncias que o Bahia disponibiliza todos jogos, na Fonte Nova.

Após fazer um eletrocardiograma, Maurício foi liberado e inclusive voltou para o banco de reservas para assistir o restante da partida.

Além de contar com as ambulâncias equipadas com UTI móvel, o departamento médico do Bahia também dispõe de um desfilibrador, para atendimentos de urgência, relacionado a cardiologia.

Toda esta estrutura é montada a cada jogo, pelo coordenador do DM tricolor, Dr. Marcos Lopes, que confia na competência de sua equipe, formada pelos médicos Dr.Elias Natan, Dr. Adriano Fonseca e Dr. Daniel Araújo.