Notícias

Diretoria define premiação

Bahia paga R$ 210 mil de prêmio e mais R$ 1 mil por vitória, e R$ 500,00 por empate, fora de casa, nos últimos jogos da Série B.

17 ago 2005 | 19H30

O presidente do Bahia, Petrônio Barradas e o Diretor de Futebol Antônio Jorge Moreira Garrido, confirmaram a gratificação de R$ 210 mil e a gratificação de R$ 1 mil por triunfo, e R$ 500,00 por empate, fora de casa, nos quatro últimos jogos da fase classificatória, para motivar ainda mais os jogadores na luta pela permanência do clube Tricolor na Série B do Campeonato Brasileiro de 2006.

Os R$ 210 mil são referentes a R$ 30 mil por jogo, sete no total, disputados pela fase classificatória da Série B, desde a posse do presidente Petrônio Barradas. Além disso, cada jogador receberá, de imediato, R$ 1 mil por triunfo nos últimos quatro jogos, contra São Raimundo, Sport, Santo André e Paulista, ou R$ 500,00 por empate nos dois jogos fora de Salvador, contra o Sport, em Recife, e o Paulista, no interior de São Paulo.

Com 19 pontos ganhos, o Bahia ainda depende de si mesmo para se manter na Série B do Campeonato Brasileiro em 2006, desde que vença os dois jogos dentro de casa, contra São Raimundo e Santo André, e empate uma das partidas fora de Salvador, chegando aos 26 pontos ganhos e se mantendo entre os 16 classificados, independente de outros resultados.

O prêmio era bem maior que o divulgado pela direção do Bahia. Era superior a R$ 2,5 milhões para o Bahia garantir a classificação no Grupo dos 8 para a segunda fase da Série B, e garantir uma das duas vagas para a Série A do Campeonato Brasileiro de 2006.