Notícias

Desfalcado, indefinido, mas confiante

Tricolor tem problemas para enfrentar a Ponte em Campinas, mas não perde o otimismo.

12 jul 2003 | 13H20

Três palavras servem para resumir a situação do Bahia para a partida deste domingo, contra a Ponte Preta, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro de 2003 – desfalque, indecisão e confiança.

Os desfalques são os meias Jair e Luís Alberto. Jair está suspenso pelo terceiro amarelo. Luís sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda, detectada numa ultra-sonografia nesta sexta-feira, e fica, no mínimo, 15 dias parado.

Em virtude das ausências é que vem a indefinição. Evaristo de Macedo já sabe quem entra numa das vagas abertas no meio – Preto. O principal articulador das jogadas ofensivas do Tricolor volta ao time depois de 40 dias em tratamento de lesão na coxa.

A dúvida é com relação ao último componente do quarteto do meio, que tem confirmados Neto, Otacílio e Preto. Dois jogadores disputam a posição – o armador Danilo e o volante Ramos. Danilo tem a seu favor a excelente atuação no último jogo, contra o Guarani, onde marcou o segundo gol do triunfo, em grande estilo. Em prol de Ramos, o fato da equipe jogar fora de casa e correr o risco de ficar vulnerável com a escalação de dois meias-ofensivos – Preto e Danilo.

Apesar do problema, o Tricolor acredita que pode sim trazer os três pontos de Campinas. Um dos mais animados e otimistas em relação a um bom resultado é o meia Preto. “Só depende de nós, da nossa aplicação tática e atenção. Acredito que o Bahia tem condição de vencer mesmo fora e nós estamos partindo em busca dos três pontos”.

O Tricolor deve entrar em campo contra a Ponte, neste domingo, às 16h, no Moisés Lucarelli com – Emerson; Fabiano, Luiz Fernando, Marcelo Souza e Lino; Otacílio, Neto, Preto e Ramos (Danilo); Nonato e Jean Carlos.