Notícias

Críticas

Evaristo critica regulamento e diz que Bahia vai atacar o São Caetano, com cautela.

03 dez 2001 | 20H30

O técnico do Bahia, Evaristo de Macedo fez duras críticas à formula de disputa das finais do Brasileirão 2001 – nas quartas-de-final e semifinal, apenas um jogo na casa da equipe de melhor campanha vai apontar os classificados.

“Decidir em um jogo só é um absurdo, mas isso é fruto dos dirigentes despreparados que nós temos”, disse Evaristo, em entrevista à agência de notícias Lancepress.

Na opinião do treinador, um “mata-mata” com jogos de ida e volta seria a melhor forma para definir os semifinalistas e finalistas da competição.

Sobre o jogo desta quarta-feira, contra o São Caetano, Evaristo afirmou que vai ser uma partida bem diferente daquela em que o Bahia goleou o adversário por 5×0, na Fonte Nova, pela rodada de abertura do Brasileirão. O técnico apontou o maior entrosamento do São Caetano, que joga em casa e com a vantagem de empatar no tempo normal e na prorrogação, como fatores que vão fazer do próximo jogo muito mais difícil para o Bahia.

“Na situação em que estávamos, qualquer adversário seria difícil porque jogaríamos em desvantagem. Precisamos da vitória e jogaremos no ataque, mas com cautela”, comentou o treinador.