Notícias

Crianças com câncer visitam o Fazendão

Grupo faz parte do Núcleo de Apoio à Criança com Câncer do bairro da Saúde, em Salvador.

31 out 2003 | 09H30

Fonte: Jornal A Tarde

Nada como o olhar meigo de uma criança ou adolescente para fazer quem está triste abrir um sorriso. Ainda mais quando este grupo faz parte do Núcleo de Apoio à Criança com Câncer do bairro da Saúde, que foi visitar o CT do Fazendão, ontem, pela manhã. Abatidos com a atual situação do Bahia no Brasileirão, os jogadores esqueceram um pouco os problemas e curtiram os ilustres visitantes.

O meia Preto era o mais animado. “Tenho um filho pequeno, o Rafael, e consigo entender o que estas crianças estão passando. Com fé em Deus e força de vontade elas vão superar esta doença”, afirmou, pedindo para que um dos meninos se virasse para autografar as camisetas oferecidas pelo departamento de marketing do Bahia.

Na hora do bate-papo com os atletas tricolores até os adultos que acompanhavam os jovens aproveitaram para pedir autógrafos. “São pessoas que estão aqui porque gostam do Bahia e temos a obrigação de atendê-las com carinho. Vamos torcer para que todos se recuperem desta enfermidade”, falou o goleiro Emerson.

O meia Luís Alberto, que está voltando ao time após um longo período de tratamento, escolheu um carequinha igual a ele para carregar. Como todo cuidado, ele autografou a pequena camiseta. “Ele está um pouco assustado com a quantidade de gente, mas ficou observando na hora do autógrafo”, observou.

Sorridente, o técnico Edinho Nazareth apareceu para participar do encontro solidário no Fazendão. “Precisamos, neste momento difícil do Bahia, de todo o apoio e estas pessoas certamente estão trazendo bons fluídos para nós. Juntos sairemos das dificuldades”, declarou.