Notícias

Coletivo pela manhã e à tarde

Técnico Osvaldo Alvarez quer superar o excesso de mudanças dando melhor entrosamento ao time do Bahia com quatro coletivos esta semana no Fazendão

13 jul 2004 | 13H35

Pelos mais diversos motivos, rescisão, suspensões e contusão, o time do Bahia perdeu sete jogadores – Neném, Leonardo, Reginaldo, Bruno, Ernane, Neto Potiguar e Luís Alberto – e está ameaçado de ficar sem o meia Neto, que será julgado nesta quarta-feira pelo TJD da CBF, pela expulsão contra o Sport de Recife, para o jogo de sábado, dia 17, contra o Londrina, no estádio da Fonte Nova.

Para superar tantas mudanças, o técnico Osvaldo Alvarez vai realizar quatro coletivos durante os trabalhos desta semana no CT do Fazendão, para conseguir ajustar o time, dar o melhor entrosamento possível à equipe. Além disso, Vadão está avaliando duas opções táticas para utilizar nesta partida contra o Londrina.

No primeiro coletivo da semana, hoje pela manhã, os titulares treinaram no esquema 4-4-2, com: Márcio, Paulinho, Alemão, Valdomiro e Cícero; Neto, Henrique, Elias e Robert; Renna e Selmir; Os reservas, no esquema do 3-5-2, com: Emerson, Leonardo, Reginaldo e Gustavo; Ari, Marquinhos Alagoano, Glauciano, Robson e Bruno; Jajá e Bebeto. Os reservas venceram por 2 a 1, gols de Robson e Jajá, descontando Robert.

Os segundo coletivo da semana será realizado esta tarde, no CT do Fazendão. Os laterais Flavinho e Elivelton, fizeram um trabalho físico especial esta manhã, com o fisicultor Jorge Lago, na pista de atletismo do estádio Metropolitano de Pituaçú.