Notícias

Clássico dos disciplinados

Partida deste domingo coloca frente a frente times com menor quantidade de cartões.

18 out 2002 | 18H12

O jogo entre Bahia e Fluminense/RJ, neste domingo, coloca frente a frente os dois times mais disciplinados do Campeonato Brasileiro 2002. Com apenas duas expulsões e 29 cartões amarelos, os cariocas lideram as estatísticas do fair-play. O Esquadrão de Aço vem logo atrás, com somente uma expulsão e 38 cartões amarelos.

Para o meia Carlinhos, a disciplina no Bahia é resultado da forma como time vem atuando neste Brasileirão. “Um dos fortes da nossa equipe é a marcação. Porém, utilizamos a falta apenas no último caso, quando há um perigo claro de gol e não conseguimos tirar a bola do adversário utilizando os métodos normais. Nosso grande objetivo não é provocar o adversário parando o jogo a cada minuto com faltas, para intimidar os outros. Ela é só uma alternativa durante a partida”.

Histórico

Atuando no Rio de Janeiro, o Bahia já venceu o Fluminense duas vezes, ambas em Campeonatos Brasileiros. A primeira, em 12 de outubro de 1987, no Maracanã, por 1 a 0, gol de Ronaldo Marques. A segunda, em 4 de outubro de 1990, por 4 a 1, nas Laranjeiras, com gols de Charles, Gil Sergipano (atual auxiliar técnico do Tricolor), Naldinho e Luís Henrique.

Aquele foi justamente o último triunfo do Esquadrão de Aço sobre o Flu. Ou seja, além de lutar por sua terceira vitória fora de casa contra os cariocas em Nacionais, o Tricolor baiano briga para conseguir a quebra de um tabu que já dura 12 anos. A história dos confrontos entre Bahia e Fluminense começou no dia 4 de março de 1945, no Campo da Graça, com um triunfo carioca por 2 a 1. Desde então, foram 41 jogos, 9 vitórias do Bahia, 19 do Fluminense, 13 empates, 36 gols do Tricolor e 57 do Flu. O retrospecto do Esquadrão contra o tricolor carioca em Brasileiros é o seguinte – 26 jogos, 5 vitórias, 10 empates, 11 derrotas, 21 gols-pró e 30 gols-contra.