Notícias

Bobô faz cinco mudanças no Bahia

Bobô mexe na defesa, meio e ataque – Gil Baiano, Valdomiro, Nei Fabiano, Ramos e Chiquinho ganham chance no time titular.

19 ago 2002 | 19H01

Para tentar sair da má fase após duas derrotas consecutivas e fazer bonito contra o Goiás, em Goiânia, nesta quarta-feira, o técnico Bobô anunciou cinco mudanças no time titular do Bahia. O Tricolor sofre alterações em todos os setores – defesa, meio-de-campo e ataque. O zagueiro Valdomiro, o lateral Chiquinho, os meias Gil Baiano e Ramos, e o atacante Nei Fabiano são os novos titulares. “Espero levantar a moral do grupo, motivar os jogadores e corrigir os erros que vêm culminando em derrotas”, justificou o treinador.

Das mudanças, a única forçada é a entrada de Nei, que assume a vaga de Robgol, suspenso pelo terceiro amarelo. O resto, foi opção de Bobô.

Titular durante toda a vitoriosa campanha do título do Nordeste de 2002, Valdomiro volta a ser titular após três meses no banco, no lugar de Selmo Lima. Valdomiro foi sacado após atuações irregulares no Campeonato Baiano e agora promete jogar com seriedade para não sair mais do time.

Bobô justificou a troca porque considera que o Bahia vem tomando gols muito fáceis nos últimos jogos. “O Marcelo Souza e o Valdomiro já têm um certo entrosamento, já jogaram juntos muitas vezes. Espero que consigam corrigir os erros”.

A volta de Chiquinho à lateral-esquerda acontece, segundo o treinador, porque Calisto não correspondeu às expectativas contra o Coritiba, quando começou como titular.

Com as mudanças no meio, Bobô busca melhorar a qualidade do passe, de acordo com o treinador, um dos principais problemas do time. Após uma semana parado por causa de uma lesão muscular, Gil Baiano volta à equipe no lugar de Alan. Já Ramos substitui Carlinhos, que foi muito vaiado pela torcida contra o Coxa. Ramos volta a jogar após quatro meses parado em virtude de uma cirurgia no joelho.

Bobô definiu o time que encara o Goiás, no Serra Dourada, nesta quarta-feira, com – Emerson; Mantena, Marcelo Souza, Valdomiro e Chiquinho; Ramalho, Bebeto Campos, Ramos e Gil Baiano; Nonato e Nei Fabiano.