Notícias

Bahia vence Náutico e é finalista do Nordestão 2002

Gol de Nonato levou o Tricolor, pelo segundo ano consecutivo, para a final da competição e garantiu também vaga na Copa dos Campeões.

27 abr 2002 | 18H04

Diante de um público de 30 mil pessoas, o Bahia venceu o Náutico por 1×0, na tarde deste sábado, na Fonte Nova e garantiu presença na final do Campeonato do Nordeste, pelo segundo ano consecutivo, e na Copa dos Campeões. O gol do triunfo foi marcado por Nonato, que se tornou o maior artilheiro do clube na história dos regionais, com 19 tentos, 9 deles na edição 2002.

O adversário do Tricolor nas finais vai ser conhecido neste domingo – Santa Cruz e Vitória da Bahia disputam a vaga no estádio Barradão, que se localiza no bairro de Canabrava.

O Tricolor precisava apenas de um simples empate para garantir presença na final. Mas o Bahia queria se classificar em grande estilo, brindando seus torcedores com um triunfo.

Querendo dar um presente à sua torcida, o dono da casa foi para cima do Náutico, explorando as laterais, principalmente a direita, com Daniel, recém convocado para a Seleção Brasileira Sub-21.

E foi justamente por ali que começou a jogada originária do gol tricolor, aos 26 minutos do segundo tempo – Daniel cruzou muito forte, mas Robgol conseguiu o domínio e mandou para a área. Daniel se antecipou à zaga e cabeceou. Gilberto espalmou. No rebote, o lateral da Seleção deu um belo toque de calcanhar para Nonato fazer seu nono gol.

Com o placar adverso, o Náutico se abriu e veio para cima, mas não conseguiu marcar e só não tomou uma goleada histórica porque o Bahia perdeu inúmeras chances de gol.