Notícias

Bahia vence Icasa e torcida faz a festa

O Tricolor de Aço venceu o Icasa, por 4 x 3, com dois gols de Sorato.

20 ago 2006 | 19H50

Por Jayme Brandão

Em uma bela tarde de domingo, o Bahia deu de presente a torcida, uma grande exibição, vencendo o Icasa, por 4 x 3.

Os gols tricolores foram marcados por Sorato(2), Azevedo e Gil.

A torcida encheu a Fonte Nova, mostrando mais uma vez, porque é a MELHOR TORCIDA DO BRASIL!!!!

O JOGO

Para retribuir o carinho e a confiança da torcida, que colocou 25.000 torcedores no estádio, O Bahia começou a partida marcando a saída de bola do Icasa e dominando o meio-campo.

Aos 12 minutos, O atacante Paulo César sofreu uma falta dentro da área. O árbitro marcou pênalti, que foi convertido com perfeição pelo artilheiro Sorato. 1 x 0.

O time cearense se organizou em campo, mas não chegou a incomodar o goleiro Darci.

Paulo César estava em uma tarde inspirada e enlouquecia o setor defensivo adversário, que só conseguia pará-lo na pancada.

Depois de muito sofrer, o juiz resolveu coibir a violência sobre o atleta tricolor e deu o segundo cartão amarelo para o lateral Marquinhos, que deixou sua equipe com 10 jogadores em campo.

Mostrando porque estava invicto na Série C, o Icasa chegou ao empate, em um lance de sorte. Marcinho chutou de fora da área, a bola desviou na zaga baiana e tirou Darci da bola. 1 x 1.

Por motivo de contusão, Elias, que vinha fazendo boa partida, foi substituído por Alessandro Azevedo, aos 31 minutos.

Cinco minutos depois, Galego chutou com perigo, depois de boa jogada de Rafael Bastos.

Na sequência, em um escanteio tricolor, Rodrigão deu um passe perfeito de cabeça e Sorato, sempre ele, estabeleceu o 2 x 1 no placar. Foi o sétimo gol do atacante do Bahia, artilheiro da competição.

A torcida ainda comemorava, quando Sorato recebeu um passe “açucarado”, mas adiantou muito a bola e adiou o terceiro tento do Esquadrão.

Aos 46, Rafael Bastos fez uma troca de passe envolvente com Sorato, que devolveu a bola pro meia e graças ao goleiro do Icasa, o Bahia não saiu com o 3 x 1.

O torcedor reconheceu a boa atuação do time e aplaudiu os atletas.

Na volta do intervalo, quase o Bahia amplia, com uma jogada de Rafael, que “pedalou” pra cima da zaga, mas que foi interceptado pelos defensores, que o desarmaram.

Aos 07 minutos, o Icasa chegou ao empate, com um golaço de bicicleta de Moré. 2 x 2.

O Bahia não se abateu e partiu pra cima do Icasa.

Aos 11, Denilson saiu e Gil entrou.

Galego estava com o pé calibrado e quase marca de fora da área, mas foi impedido pelo goleiro cearense.

O jogo ficou truncado e a torcida temia pelo resultado ruim, mas mesmo assim, apoiava a equipe.

Aos 25 minutos, o Bahia teve uma falta, na frente da área. Azevedo e Gil se prontificaram para a cobrança, mas quem desempatou o jogo foi Gil, que colocou a bola com perfeição no canto esquerdo do goleiro, incendiando a Fonte Nova. 3 x 2.

Dois minutos mais tarde, Sorato quase anota outro gol, após receber bom passe de PC.

Nos quinze minutos finais, Paulo César resolveu dá um show particular, cheio de dribles, arrancadas e passes incríveis.

Em uma dessas jogadas, “Spirito” deixou Guilerme de cara para o gol, mas o volante acertou a trave.

Aos 36 minutos, Rafael saiu para a entrada de Salvino.

PC continuava incontrolável, O atacante fez excelente jogada e rolou para Alessandro Azevedo chutar e colocar mais uma bola no fundo das redes cearenses. 4 x 2.

Mas ele queria marcar o dele e quase conseguiu, com um potente chute de fora da área, mas que foi defendido pelo arqueiro adversário.

A torcida cantava nas arquibancadas, feliz da vida, mas o Icasa insistia em tornar o jogo difícil.

Já nos acréscimos, o bom atacante Moré, fez mais um, com um chute potente, mas já era tarde. 4 x 3.

O juiz apitou o fim do jogo e a torcida comemorou com os jogadores, a segunda vitória consecutiva.

Agora, o tricolor assumiu a 2ª colocação, com 6 pontos, atrás apenas do Treze-PB, que tem 07.

O próximo jogo do Esquadrão será contra o mesmo Icasa, só que na casa do adversário, em Juazeiro do Norte, no próximo domingo.

Para essa partida, o técnico Charles Fabian não poderá contar com o lateral esquerdo Galego, que recebeu o 3º cartão amarelo. Avine será seu substituto.