Notícias

Bahia vence e conquista Taça Estado da Bahia

O tricolor venceu por 3 x 1.

21 jun 2007 | 23H55

Por Jayme Brandão

Na noite chuvosa desta quinta-feira, o Bahia, atuando com sua equipe profissional, venceu o Fluminense de Feira, por 3 x 1 e sagrou-se campeão da Taça Estado da Bahia.

Os gols tricolores foram marcados por Nonato, Emerson Cris e Charles.

Os jogadores do time júnior estiveram presentes ao estádio, dando apoio a equipe profissional, das arquibancadas da Fonte Nova.

No fim da partida, merecidamente, os garotos do Esquadrão receberam as medalhas e o troféu de campeão, já que disputaram as sete partidas anteriores, com uma excelente campanha de 05 triunfos, 01 empate e 01 derrota.

O trófeu, que levou o nome do ex-jogador “Merrinho”, foi entregue pelo presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues ao capitão e zagueiro do time júnior, Douglas, que junto com seus companheiros e a torcida presente, cantaram o hino do Bahia.

Este foi o segundo título conquistado pelo time júnior, neste primeiro semestre, que também contou com o de campeão baiano invicto.

O JOGO

Logo no início da partida, o Fluminense assustou o Bahia e aos 09 minutos, abriu o placar, através de Wilton, que aproveitou a cobrança de um escanteio.

O gol acordou o time de Arturzinho e aos 20, em uma jogada toda de zagueiros, Emerson cruzou na área e Alisson cabeceou na trave.

Um minuto mais tarde, Neto Potiguar, que já estava contundido e pedindo pra sair, ainda conseguiu cruzar na área, Ávine tentou, mas o goleiro defendeu e no rebote, Nonato marcou o gol de empate.

Machucado, Neto Potiguar saiu para a entrada de Charles.

Aos 23, Danilo Gomes cruzou e Alisson cabeceou com perigo, mas o goleiro defendeu.

Um minuto depois, Fausto arriscou de longe e o goleiro feirense fez grande defesa.

Aos 30, Ávine experimentou de longe, o goleiro espalmou pra fora.

Aos 32, excelente troca de passes entre Ávine e Danilo Gomes, que chutou forte, passando perto.

Aos 41, em um contra ataque, Alisson saiu da defesa e tocou para Charles, que lançou Emerson Cris. O volante deu um lindo corte no zagueiro, mas foi derrubado, dentro da área. Pênalti, que foi cobrado por Emerson e defendido pelo goleiro.

Já nos acréscimos, o Bahia virou o jogo, aos 46. Danilo Gomes tocou para Emerson Cris, que limpou e bateu forte, no canto esquerdo do goleiro. Bahia 2 x 1.

No intervalo, a equipe foi aplaudida pela torcida.

No segundo tempo, Arturzinho mudou a equipe, colocando Carlos Alberto, na vaga de Humberto.

Aos 03 minutos, Adílson fez uma excelente jogada pela esquerda e cruzou, mas Charles não aproveitou na área.

Aos 19, boa troca de passes de Ávine, Charles e Adílson. O lateral bateu forte no gol, mas o goleiro botou pra fora.

Aos 22, o Bahia marcou o terceiro, em uma cobrança de falta efetuada por Danilo Gomes, mas que desviou na defesa e sobrou para Charles “fuzilar” o goleiro do Touro.

Machucado, Nonato saiu, para a entrada de Inho.

Emerson também saiu, com Eduardo assumindo a zaga, ao lado de Alisson.

Aos 29, Danilo Gomes tocou para Carlos Alberto, que entrou muito bem na área e chutou na trave.

Dudu entrou no lugar de Ávine.

No restante da partida, o Bahia teve mais posse de bola e demonstrava uma melhora no toque de bola da equipe, mas o placar ficou no 3 x 1.

Assim que terminou o jogo, todos os jogadores profissionais foram para o vestiário e deixaram a comemoração para a garotada do júnior e os seus comandantes, o supervisor Enaldo Rodrigues, o coordenador Nelsinho Góes, o técnico Ricardo Silva e toda a equipe nas divisões de base do Bahia, que que vêm fazendo um excelente trabalho.

O Bahia atuou com: Sérgio, Fausto, Emerson(Eduardo), Alisson, Adílson, Humberto(Carlos Alberto), Emerson Cris, Danilo Gomes, Ávine(Dudu), Neto Potiguar(Charles) e Nonato(Inho).