Notícias

Bahia vence Confiança e mantém liderança

Em tarde inspirada de Paulo César, torcida tricolor comemorou mais uma vitória.

06 ago 2006 | 20H30

Por Jayme Brandão

Os 22.000 torcedores que estiveram presentes à Fonte Nova, na tarde deste domingo, sairam do estádio satisfeitos com a exibição do time e otimistas, quanto ao sucesso do Bahia, na segunda fase, da Série C.

O Esquadrão venceu por 2 x 0 com dois gols de Paulo César.

Com o triunfo, o tricolor manteve a liderança e vai enfrentar Icasa-CE, Coruripe-AL e Treze-PB, na próxima fase, que começa domingo que vem, diante dos paraibanos, fora de casa.

O JOGO

Com o time bastante modificado, em relação à partida contra o CSA, o Bahia entrou em campo com Darci, Dadico, Pereira, Jailson, Avine, Guilherme, Salvino, Gil, Elias, Paulo César e Sorato.

O tricolor começou o jogo mostrando que não iria se acomodar com a classificação garantida antecipadamente e abriu o placar logo aos 05 minutos, com Paulo César, de cabeça.

Após o escanteio cobrado por Elias, Sorato desviou e Paulo César fez 1 x 0.

Cinco minutos depois, o Confiança provou porque é o outro time classificado do grupo 7 e acertou uma bola na trave do Bahia.

A partida ficou um pouco mais equilibrada, mas com o apoio da torcida, o Esquadrão quase ampliou, aos 23 minutos, com Paulo César, de cabeça, mas o goleiro sergipano fez grande defesa.

O time se empolgou e chegou ao 2 x 0 , novamente com Paulo César, que chutou duas vezes para poder comemorar seu segundo gol na partida. O goleiro adversário deu rebote e Paulo não perdoou.

A torcida ainda comemorava nas arquibancadas, quando Guilherme acertou a trave do Confiança, com um chute rasteiro, depois de uma insinuante troca de passes do setor ofensivo tricolor.

No fim do primeiro tempo, Dadico teve problemas musculares e foi substiuído por Bruno Heleno.

No intervalo, Charles teve que fazer mais uma modificação por problemas médicos. O goleiro Darci, também com problemas musculares, deu a vaga para França.

No segundo tempo, o Bahia cadenciou mais o ritmo da partida e administrou a vantagem de 2 x 0. Mesmo assim, criou boas chances com um chute e uma cabeçada de Salvino, aos 15 e aos 18 minutos, respectivamente.

As jogadas de escanteio do Bahia também levaram perigo ao gol sergipano.

Elias foi substituido por Danilo Rios e o camisa 10 tricolor saiu bastante aplaudido.

No fim do jogo a torcida reconheceu o esforço e a qualidade do grupo e aplaudiu a equipe.

O próximo compromisso do Bahia, será diante do Treze, lá em Campina Grande, na Paraíba.