Notícias

Bahia vence ABC com show da torcida

Foram 38.019 pagantes.

16 set 2007 | 21H15

Por Jayme Brandão
Foto: Fernando Amorim

Na tarde deste domingo, a torcida do Bahia estabeleceu o novo recorde de público da Série C, colocando 38.019 torcedores pagantes no estádio da Fonte Nova.

Jogando junto com esta nação, o time tricolor venceu o ABC-RN, por 2 x 0, com dois gols do artilheiro Nonato, que agora é o 8º maior goleador da história do clube, com 118 gols.

O JOGO

Desde o início do jogo, a boa equipe do ABC-RN imprimiu um sistema de marcação eficiente, com muita briga pela posse de bola no meio de campo.

Melhor na partida, o Bahia tentava “furar” a marcação potiguar e só conseguiu isso, com um relativo perigo de gol, aos 18 minutos, quando o lateral Carlos Alberto roubou a bola do zagueiro e cruzou para Charles, que quase marca.

Aos 25 minutos, Preto recebeu um bom passe de Charles, mas chutou por cima do gol.

Dez minutos depois, Carlos Alberto cobrou bem uma falta, o goleiro Ranieri deu rebote e o zagueiro Emerson chutou forte, mas a bola bateu na zaga.

Aos 41, Nonato tocou para Emerson Cris, que tentou da entrada da área, mas foi pra fora.

No intervalo, o técnico Arturzinho promoveu a primeira mudança, tirando Preto, que fez sua estréia e colocou Inho.

O time ganhou em velocidade e aos 03 minutos, Carlos Alberto e Nonato fizeram uma boa troca de passes, que terminou com Charles limpando a zaga e batendo no canto, mas a bola foi desviada, passando perto.

No lance de escanteio, Cléber quase marca um gol olímpico.

Aos 05, Emerson Cris chutou bem, mas a bola foi na rede, pelo lado de fora.

Aos 08, em um bom lance de contra-ataque, Inho conduziu a bola da defesa e fez ótimo lançamento para Nonato, que chutou forte e Ranieri fez grande defesa.

O volante Fausto fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Aos 11 minutos, Nonato sofreu pênalti do zagueiro Ben-Hur. O artilheiro tricolor cobrou forte e fez Bahia 1 x 0, para a alegria da Nação, que cantava nas arquibancadas.

Para recompor o meio-de-campo, Arturzinho colocou Marcone, na vaga de Charles.

Aos 35, Inho fez outra grande jogada de contra-ataque, lançando novamente para Nonato, que quando ia marcar, foi derrubado pelo volante Jean, que foi expulso. Pênalti para o Bahia, que foi cobrado com perfeição por Nonato.

Este foi o 118º de Nonato, com a camisa do Bahia.

Aos 38, o zagueiro Emerson cometeu pênalti, mas que foi cobrado na trave do goleiro Márcio, pelo atacante Wallyson, do ABC-RN.

Já nos acréscimos, Nonato lançou Adílson, que invadiu a área, driblou o goleiro e ia fazer um golaço, mas a bola foi na rede, pelo lado de fora.

Como última substituição, Elias entrou na vaga de Cléber.

Com este resultado, o Bahia atingiu os 04 pontos e agora aguarda a decisão do STJD sobre o caso do Imperatriz-MA, para definir contra quem e quando será o próximo jogo do Esquadrão.

Amanhã, o elenco ganhará folga e treina na terça-feira, em dois turnos.

FICHA TÉCNICA:

Bahia 2 x 0 ABC-RN

Bahia – Márcio, Carlos Alberto, Alison, Emerson e Adilson; Fausto, Emerson Cris, Preto (Inho) e Cléber (Elias); Nonato e Charles (Marcone). Técnico: Arturzinho

ABC – Raniere, Alan, Bruno Lourenço e Ben-Hur; Nêgo (Miro Bahia), Adelmo, Jean, Juninho Petrolina, Wellington (Clênio) e Rogerinho (Éder); Wallyson. Técnico: Ferdinando Teixeira

Gols – Nonato (12min e 37min do 2º tempo)

Árbitro – Juliano Lopes Lobato (MG)

Cartões amarelos – Fausto e Emerson (Bahia); Bruno Lourenço, Jean, Ben-Hur, Adelmo e Alan (ABC). Cartões vermelhos – Fausto (Bahia); Jean (ABC)

Renda – R$ 342.005,00

Público – 38.019 pagantes