Notícias

Bahia tem vantagem para ser Bicampeão

Tricolor joga por dois resultados iguais contra rival para ficar com o Bicampeonato da Taça Estado.

25 nov 2002 | 12H40

O Bahia justificou a condição de melhor time da Taça Estado 2002, domingo, em Pituaçu, ao vencer o Fluminense, por 3 a 1, no segundo jogo das semifinais e garantir a vaga na decisão do certame. Na final, o Tricolor joga por dois empates, já que é o dono da melhor campanha do certame. O adversário é o arqui-rival Vitória da Bahia. As finais começam na próxima quarta-feira, no Barradão. O segundo jogo acontece na Fonte Nova, domingo.

O jogo

Comandado pelo técnico Marcelo Chamusca, o Bahia não teve dificuldades para vencer o Flu. O time poderia até perder por um gol para ir à final, já que venceu o jogo de ida, em Feira de Santana, por 2 a 1. Mas os garotos tricolores ignoram a vantagem do regulamento.

Jogando com três atacantes, o Bahia partiu com tudo para cima do Flu desde o apito inicial. Apresentando um toque de bola envolvente e muita velocidade, o Tricolor começou a construir o triunfo ainda no primeiro tempo.

Aos 38 minutos, o centro-avante Marcelo abriu o placar. Foi o nono gol dele na Taça. Com isso, a revelação do Bahia se isolou ainda mais na artilharia da competição.

Na segunda etapa, o Tricolor fez 2 a 0 com Marquinhos, aos 21 minutos. O Flu esboçou uma reação, aos 28 minutos, quando Nilson diminui a diferença. Mas Luís Alberto, um minuto depois, jogou um banho de água fria nas pretensões do adversário, decretando números finais ao jogo – 3 a 1.