Notícias

Bahia se recupera e vence Colo Colo na Fonte

Tricolor se reconcilia com a torcida em grande estilo e quebra invencibilidade do Campeão do Primeiro Turno.

26 abr 2006 | 22H40

Jogando de maneira empolgante, o Bahia venceu o Colo Colo por 3 a 1, nesta quarta-feira, na Fonte Nova, e se reconciliou com a Nação Tricolor. O torcedor que compareceu ao estádio reconheceu a boa atuação e aplaudiu o time durante e depois da brilhante vitória.

O Tricolor quebrou uma invencibilidade de 11 jogos do Campeão do Primeiro Turno e se reabilitou na competição, pois tinha perdido na rodada passada para o Fluminense, em casa.

Agora o time do técnico Mauro Fernandes precisa de apenas mais um ponto para garantir a classificação matemática na próxima fase do Baianão.

Nesta quarta, o Tricolor jogou com extrema garra. Um dos melhores em campo foi o meia Careca, autor da assistência para o primeiro gol, de Rafael Bastos, logo aos três minutos. A boa atuação teve o reconhecimento da galera. Quando saiu de campo, substituído no segundo tempo, Careca foi ovacionado.

Também brilhou a estrela do goleiro Darci, que estreou pelo clube e não decepcionou. Fez grandes defesas e mostrou estar à altura do Bahia. O lateral-esquerdo Galego, que voltou a ser titular depois de muito tempo foi outro destaque. Foi dele o segundo gol, num belo chute cruzado.

Darci, Galego e Careca não foram as únicas novidades no time titular. As presenças dos zagueiros Pereira e Laerte, do meia Leandro Leite e do atacante Reinaldo completaram a série de alterações promovidas por Mauro Fernandes em decorrência da derrota na rodada anterior.

Pereira e Laerte mostraram segurança no sistema defensivo e o gol do Colo Colo, de Sandro, foi por mérito do adversário. Leandro Leite não comprometeu. Reinaldo vinha muito bem até ser substituído, ainda na etapa inicial, com dores na coxa. Ele foi decisivo na jogada do primeiro gol, com um passe de calcanhar para Careca. Foi outro que saiu aplaudido de campo.

O Bahia fez o terceiro na segunda etapa, com Abimael, que partiu em velocidade no contra-ataque, invadiu a área e chutou forte, cruzado, sem chances para Cristiano.

O jogo

Quem chegou atrasado teve motivos para se lamentar. No primeiro ataque, logo aos três minutos, Reinaldo deixou de calcanhar para Careca, que fez lindo lançamento pela direita para Rafael Bastos.

O meia invadiu a área entre os zagueiros e bateu cruzado, fazendo o primeiro gol. Melhor em campo, o Bahia teve duas boas chances com Sorato: uma em rebote e outra de cabeça, em excelente jogada de Guilherme.

Aos 23 minutos, Alex Santos tentou sair jogando e perdeu a bola para Guilherme. Se o passe do volante para Galego entre os zagueiros foi bom, excelente foi o chute cruzado, de primeira, do lateral-esquerdo, que levantou a torcida.

O Colo Colo equilibrou a partida somente nos últimos 15 minutos, quando Jamaica entrou em lugar de Rodrigo. Juninho e Gil, de fora da área, e Ednei, driblando toda defesa do Bahia, quase diminuíram.

No segundo tempo, os jogadores do Bahia sentiram a falta de ritmo e a partida ganhou em emoção com mais oportunidades de gol. Sorato quase marca o terceiro, logo com um minuto, porém Cristiano colocou para escanteio.

O lateral-direito Bruno viu seu primeiro gol parar na trave, aos 29 minutos. Pelo Colo Colo, Mário Lacraia e Gil tiveram as melhores oportunidades, aproveitando chances criadas pelo artilheiro Ednei, em boa exibição.

Quando o placar parecia definido, Abimael, há poucos minutos em campo, acertou lindo chute, de esquerda, que explodiu na trave antes de entrar: 3×0. Na saída de bola, Sandro também arriscou de longe e marcou o gol de honra. No final, Marcone também colocou na trave.

BAHIA 3X1 COLO COLO
Bahia: Marcão, Bruno, Pereira, Laerte e Galego; Guilherme, Leandro Leite, Careca (Marcone) e Rafael Bastos (Abimael); Reinaldo (Da Silva) e Sorato.
Técnico: Mauro Fernandes.

Colo Colo: Cristiano, João Paulo, Lima e Rodrigo (Jamaica); Alex Santos (Mário Lacraia), Sandro, Juninho, Gil, Jânio (Davi) e Wescley; Ednei.
Técnico: Ferreira.

Local: Estádio da Fonte Nova, às 20h30.
Gols: Rafael Bastos, aos 3 min; Galego, aos 23 min do 1º tempo; Abimael (Bahia), aos 40 min, e Sandro (Colo Colo), aos 41 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Rafael Bastos (Bahia) e João Paulo, Lima, Juninho e Sandro (Colo Colo)
Público: 10.607 entre pagantes e vale-shows
Renda total: R$44.127,50
Arbitragem: Rosalvo da Silva Mota, assistido por Alessandro Álvaro da Rocha Matos e Marcos Welb Rocha e Amorim
Preliminar: Bahia 5×0 Colo Colo