Notícias

Bahia perde no fim da partida para o Rio Branco

O jogo terminou 3 x 2.

30 set 2007 | 22H00

Por Jayme Brandão

Na tarde deste domingo, jogando fora de casa, o Bahia foi derrotado pelo Rio Branco, por 3 x 2, atuando no estádio da Floresta, na capital do Acre.

Os gols do jogo foram marcados por Moré e Nonato(BAHIA) e Juliano César, Marcelo Brás e Lei(RIO BRANCO).

O JOGO

Apesar de estar jogando na casa do adversário, o Bahia começou melhor na partida, com Charles lançando Nonato, que driblou o goleiro, mas não marcou, aos 06 minutos.

Dois minutos depois, Nonato chutou com perigo, mas a bola foi pra fora.

Aos 10 minutos, Cléber lançou Charles, que matou no peito e quase marcou.

Aos 17, Charles saiu de campo machucado, com dores nas costas. Moré entrou em seu lugar.

O Bahia abriu o placar aos 43 minutos. Moré iniciou a jogada, tocando para Nonato, que passou para Preto, que devolveu para Moré. O atacante tricolor bateu cruzado e fez Bahia 1 x 0.

No intervalo, o técnico Arturzinho nao mudou o time.

Logo no início da segunda etapa, Carlos Alberto chutou com perigo.

Com o apoio de sua torcida e aproveitando duas falhas da defesa tricolor, o Rio Branco empatou e virou o jogo, com gols aos de Júlio César, aos 06 minutos e Marcelo Brás, aos 08.

O técnico Arturzinho mudou a equipe, colocando Ávine, na vaga de Preto.

Aos 30 minutos, o goleiro Márcio fez grande defesa.

Machucado, Ávine saiu do jogo, para a entrada de Danilo Gomes.

Aos 34 minutos, o juiz marcou pênalti para o Bahia, convertido com perfeição por Nonato.

Cinco minutos depois, o Rio Branco teve um pênalti marcado ao seu favor. O lateral Lei cobrou fez Rio Branco 3 x 2 Bahia.

Quase nos acréscimos, Danilo Gomes fez boa jogada e tocou para Nonato, que chutou pra fora.

No final da partida, o atacante Nonato foi expulso.

Com este resultado, o Bahia permanece com 07 pontos ganhos e tentará confirmar a classificação contra o ABC, na quarta-feira.

A delegação retorna para Salvador na madrugada desta segunda-feira.

O Bahia atuou hoje com: Márcio, Carlos Alberto, Alison, Eduardo e Adílson; Humberto, Fausto, Preto(Ávine) e Cléber(Danilo Gomes); Charles(Moré) e Nonato.