Notícias

Bahia perde em Criciúma

Mesmo jogando bem, tricolor é derrotado e precisa vencer o Cruzeiro na última rodada para permanecer na elite.

07 dez 2003 | 17H09

Fonte: UOL Esporte

O Criciúma venceu o Bahia por 3 a 2, em partida realizada na tarde deste domingo no estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. Com o resultado, a equipe baiana caiu para a última posição no Campeonato Brasileiro.

O Tricolor baiano recebe agora o campeão Cruzeiro, na próxima rodada do Campeonato Brasileiro e precisa de uma vitória para fugir da segunda divisão em 2004.

O Bahia atuou melhor durante todo o primeiro tempo, fez o primeiro gol com Danilo, sofreu o empate logo depois, mas foi prejudicado com a expulsão do atacante Danilo, por reclamação.

Na segunda etapa o Bahia voltou com mais força, fez 2 a 1, mas novamente a defesa mostrou suas falhas. Dois gols em falhas da zaga deixaram a equipe na última colocação do nacional.

O Jogo

Fora de casa e contra o rebaixamento, o Bahia começou a partida pressionando o Criciúma. Aos 12 min, a equipe nordestina abriu o placar. Em bela jogada Danilo bateu forte e fez 1 a 0 para o Tricolor.

O Criciúma não precisou de muito tempo para empatar. Aos 15min, Cícero fez pênalti. Na cobrança Paulo Baier chutou com força e não deu chances para o goleiro Emerson.

Nervoso com o gol de empate, o Tricolor baiano perdeu seu principal jogador aos 24min. Em lance de escanteio, Valdomiro afastou, a bola sobrou com Danilo que sofreu falta dura. O atacante reclamou com o juiz e acabou expulso.

Mesmo com um jogador a menos, o Bahia continuou melhor na partida. Aos 42min, Preto bateu falta com violência, o goleiro Fabiano rebateu e a bola passou entre Didi e Elias em lance de muito perigo.

A segunda etapa começou com alívio para a torcida baiana. Logo no primeiro minuto, em jogada bem trabalhada, Luiz Alberto colocou Preto na cara do gol e o meia não perdoou, Bahia 2 a 1.

Na frente, a equipe do Bahia mostrou porque tem a pior defesa do Campeonato. Seis minutos depois de passar a frente, o time de Edinho falhou e em cobrança de falta da esquerda, a defesa não afastou e a bola acabou sobrando para Romildo que, de cabeça, completou. 2 a 2.

Após o gol o Bahia continuou sofrendo com sua defesa. Aos 25min, Saulo recebeu e soltou a bomba, de fora da área, a bola explodiu na trave do goleiro Émerson.

Melhor em campo, a equipe de Santa Catarina virou a partida aos 35min, quando em bola levanta na área, Emerson fez grande defesa, mas no rebote o meia Léo Oliveira virou o marcador.

O Bahia ainda buscou o terceiro tento até o último minutos, mas não conseguiu evitar a derrota.

CRICIÚMA
Fabiano; Paulo Baier, Luciano, Duílio (Romildo) e Luciano Almeida; Edinho, Djair (Saulo Luiz), Saulo e Léo Oliveira; Douglas e Leonardo
Técnico: Gilson Kleina

BAHIA
Emerson, Valdomiro, Marcelo Souza e Neto; Paulinho, Otacílio, Preto, Elias (Paulinho) (Luiz Alberto) e Cícero; Didi e Danilo
Técnico: Edinho Nazareth

Local: estádio Heriberto Hulse, em Criciúma
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Auxiliares: Adnilson da Costa Pinheiro (MS) e Ivanilton Bandeira da Silveira (MS)
Cartões amarelos: Neto, Emerson, Preto, Douglas
Cartões vermelhos: Danilo
Gols: Danilo aos 12min, Paulo Baier aos 15min do primeiro tempo; Preto a 1min, Romildo aos 7min e Léo Oliveira, aos 35min do segundo tempo