Notícias

Bahia muda esquema em Mogi

Vadão ensaia adoção do 3-5-2 em coletivo. Allyson e Daniel Mendes ganham chance.

10 jun 2004 | 13H30

Apesar do técnico Vadão não confirmar, o Bahia deve adotar o esquema 3-5-2 na partida deste domingo contra o Mogi Mirim, no interior paulista, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Pelo menos foi assim que ele armou o time no coletivo realizado na manhã desta quinta, no Fazendão.

A novidade foi a presença do zagueiro Allyson no lugar do meia Cícero. O jogador era o favorito para ficar com a vaga do meia Neto, que, machucado, tem poucas chances de atuar. Contudo, a mudança de esquema fez com que Allyson assumisse a ponto na corrida pelo lugar de Neto.

No coletivo desta manhã, Allyson formou o trio defensivo ao lado de Reginaldo Cachorrão e Leonardo. No meio, o time contou com Ari, Luís Alberto e Robert. Nas alas, com Neném e Bruno.

Outra cara-nova no time apareceu no ataque. Foi Daniel Mendes. Após um bom tempo afastado, o jogador deve voltar a ter uma chance entre os titulares. Ele vai formar dupla com Neto Potiguar.

Enquanto titulares e reservas disputavam o coletivo sob uma forte chuva, o volante Neto continuava no processo de recuperação para tentar entrar em campo. Ele fez um trabalho específico com o fisicultor Jorge Lago e ainda tem esperanças de jogar.

Após o treino, os atletas foram liberados. Eles voltam a se reapresentar na manhã desta sexta, treinam pela manhã e embarcam para São Paulo no início da tarde.