Notícias

Bahia joga mal e perde na Vila

Tricolor faz partida ruim e é batido pelo Santos fora de casa.

28 jun 2003 | 18H10

Numa tarde sem inspiração, o Bahia jogou muito mal e foi derrotado pelo Santos, por 4 a 0, neste sábado, na Vila Belmiro, pela 15a rodada do Campeonato Brasileiro de 2003.

Poupando os titulares para a finalíssima da Libertadores da América, quarta-feira, o Santos atuou com um time misto. Ainda assim, o Tricolor sucumbiu à força do peixe na Vila, criou poucas jogadas de ataque, falhou no setor defensivo e mereceu a derrota.

O Bahia teve os desfalques de Preto e Luís Alberto, machucados, e Cláudio, suspenso. Os dois últimos devem voltar à equipe na próxima partida do Tricolor pelo Brasileiro, domingo, contra o Fluminense, no Maracanã.

O jogo

Logo a 1min de jogo, Jerri cruzou para Douglas, que cabeceou fraco para o gol. Aos 5min, Rubens Cardoso fez boa jogada pela esquerda e chutou forte de fora da área. Emerson defendeu.

Aos 14min, Douglas invadiu a área e foi derrubado por Fabiano. Pênalti para o Santos. Douglas cobrou e abriu o placar para o time da casa.

Dois minutos depois, o Santos ampliou a vantagem. Jerri tocou para Rubens Cardoso na esquerda. O lateral dominou a bola e cruzou para Willian fazer o segundo gol do alvinegro na partida.

O Santos continou a pressionar, mesmo com o placar favorável. Aos 23min, Rubens Cardoso cruzou rasteiro para a área, Marcelo Souza cortou e quase fez contra. Dois minutos depois, Jerri cobrou falta da intermediária, mas a bola passou por cima do gol.

Aos 36min, Willian fez jogada individual e ajeitou a bola para Jerri, que chutou forte, com perigo contra a meta baiana.

No lance seguinte, Douglas foi derrubado novamente dentro da área, mas o árbitro carioca Jorge Fernando Rabello preferiu não anotar o pênalti.

Numa das poucas chegadas do Esquadrão, aos 39min, Pereira perdeu a bola para Marcelo Nicácio, que tocou para Nonato. O atacante chutou forte, por cima do travessão.

Aos 45min, mais um pênalti para o Santos. Fabiano foi driblado por Rubens Cardoso na esquerda e o derrubou dentro da área para, novamente, fazer outro pênalti contra a sua equipe. Jerri cobrou e fez seu primeiro gol com a camisa do Santos no time profissional: 3 a 0.

O Santos voltou no mesmo ritmo para o segundo tempo. Mesmo com a goleada parcial, a equipe foi para cima do Bahia. O Tricolor voltou com Chiquinho no lugar de Danilo, mas não apresentou melhoras significativas e continuou permitindo a pressão do peixe.

Aos 29min, Nenê, que havia entrado no lugar de Willian, cruzou da esquerda e Fabiano, que substituiu Wellington, escorou para o fundo da rede para fazer o quarto gol e decretar a vitória santista.