Notícias

Bahia empata e mantém chances na Copa SP

Tricolor fica no 0 a 0 com o Goiás. Domingo time define seu futuro na competição. Amadeu acredita na obtenção da vaga e vê evolução.

07 jan 2004 | 17H45

O Bahia empatou com o Goiás, nesta quarta-feira, em seu segundo jogo pela Copa SP de futebol júnior. O 0 a 0 foi atípico, pois não faltaram emoção e chances de gol na partida, realizada em Lençóis Paulistas. No outro jogo do grupo R, o Lençoense venceu o Marília por 2 a 1. Com os resultados, o Tricolor manteve as chances de ir para a próxima fase – só o primeiro da chave se classifica.

Para garantir vaga, o Bahia tem que vencer o próximo jogo, domingo, contra o Marília – no encerramento da etapa classificatória. Além disso, precisa torcer por um empate entre Lençoense e Goiás, ou triunfo do time verde – contanto que o saldo de gols dos goianos não ultrapasse o do Tricolor. O Esquadrão está em segundo no grupo, com dois pontos e saldo zero – é a mesma situação do Goiás. O Lençoense lidera com quatro pontos. O Marília, com um ponto, é o lanterna.

Um dos grandes nomes do Bahia contra o Goiás foi o goleiro Paulo César. Com defesas incríveis, o arqueiro provou porque já foi convocado para a Seleção Brasileira de base. Paulo fechou o gol e segurou o perigoso e forte ataque dos goianos. Mas se engana quem pensa que o Bahia foi pressionado pelo adversário o tempo todo. “O jogo foi lá e cá”, disse o técnico tricolor, Carlos Amadeu. O Bahia perdeu duas chances claras de gol, primeiro com William, depois com Neto. Na segunda, o zagueiro do Goiás tirou a bola em cima da linha do gol.

Na análise de Amadeu, o resultado foi justo. “O placar refletiu o equilíbrio da partida. Só que, pelo volume ofensivo das equipes, acho que poderia ser um empate com muitos gols. O nosso time manteve o padrão tático que nós encontramos no segundo tempo contra o Lençoense. Fomos ousados e ao mesmo tempo mantivemos uma boa pegada no meio. Isso foi importante”, disse o técnico, que confia na classificação.

“Não dependemos só de nossas forças, mas vamos para o tudo ou nada. Sei que temos chances de vencer o Marília e vamos procurar fazer isso. No mais, é fazer a nossa parte e torcer para um tropeço do Lençoense”, completou Amadeu.

Para o próximo jogo, o Bahia pode ter um desfalque – o lateral Weberson, que saiu mais cedo do jogo desta quarta, sentindo o tornozelo. O Tricolor enfrentou o Goiás com – Paulo César; Daylson, Leonardelli, Santana e Weberson (Marcus Vinícius); Márcio, Zé Magno (Jajá); Túlio (Ernane) e Thiago; William e Neto.